Bem comum e bem particular

Sol e Júpiter em sextil; Lua atinge a fase Cheia transitando por Câncer

Quiroga, astro@0-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2011 | 00h00

Tudo que nossa humanidade busca depende de encontrar, sustentar e promover equilíbrio entre o bem comum e o bem particular, seja individual ou de grupos que se individualizam ao identificar-se com tais ou quais interesses. É prova cabal de ignorância imaginar que haveria felicidade nesta Terra enquanto continuarmos nos digladiando para ver quem comanda e quem é eliminado ou colocado numa posição inferior. O bem particular é respeitável até o limite em que para ser satisfeito provoque mal a outras pessoas ou grupos; a partir de então não haveria razão que o faça merecer respeito. A promoção do bem comum contempla o bem particular, mas o oposto não é real. Nossa civilização está em crise para readaptar seu sistema a esta ideia.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Tudo que é mais desejável é também aquilo que depende de se amparar na verdade e arvorá-la em todas as atitudes concretas do dia a dia. A desgraça é produto da negligência, a mesma que tira a juventude das pessoas.

TOURO 21-4 a 20-5

Verdade é o que se vive interiormente, é o que resiste a quaisquer argumentações; verdade é aquilo que geralmente não se discute nem sequer nos momentos em que nossa humanidade decide ter conversas sérias.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

As questões que parecem insuperáveis o continuarão sendo até que você se tome o trabalho de colocar sua brilhante inteligência em ação, descobrindo perspectivas que de outra forma continuariam ocultas, apesar de óbvias.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Nos tempos em que seus inimigos tinham poder de perturbar você o faziam com as almas convencidas de isso ser justo. Porém, você estava do outro lado e só conhecia o lado ruim da situação. Agora o jogo pode virar.

LEÃO 22-7 a 22-8

Quando quiser tornar-se independente, elimine todos os intermediários e faça com seu próprio esforço o que for necessário e desejável. Essa é a única e verdadeira maneira de aprender algo para sempre.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Quem disser que o amor é causa de limitar a liberdade do amado na verdade mente a si afirmando isso. Quem ama nunca limitaria porque a própria essência do amor é a ampliação dos horizontes e o incentivo à aventura.

LIBRA 23-9 a 22-10

No fim, as coisas acontecem como tudo deve ser, mas não é necessário esperar até o fim para isso. Quando você se adianta ao misterioso destino e toma as decisões pertinentes, com isso você ganha tempo e vida.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

A verdade estimula a inteligência enquanto a mentira deixa as pessoas burras, ignorantes mesmo. Se por um lado as pessoas precisam de inteligência para mentir, pelo outro se tornam burras à medida que mentem.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Decida e escolha, não tenha medo de limitar suas perspectivas por meio das decisões. Importante mesmo é escolher para que não aconteça o de outros tempos; muita perspectiva e nenhuma realização.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Em muitos casos, você deverá tratar a crítica por agir objetivamente como um sinal torto de elogio. É que as pessoas que só promovem a inatividade veem em sua objetividade um perigo para a sua falta de eficiência.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Todo o conhecimento que você conquistou por ter vivido o que viveu de nada valerá se não se transformar em prática. O conhecimento só tem valor quando é convertido em prática e quando essa se torna parte da rotina.

PEIXES 20-2 a 20-3

Certas situações que parecem desagradáveis, ao longo do tempo se transformam em salva-vidas, já que quando você passa a aproveitá-las para melhorar seu desempenho, elas mostram a verdadeira cara, são mensageiras do destino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.