Belo tributo a Oscar Niemeyer

Uma Garota Encantada

UBIRATAN BRASIL, O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2012 | 02h09

17 H NA GLOBO

(Ella Enchanted). EUA, 2004. Direção de Tommy O'haver, com Anne Hathaway, Hugh Dancy, Cary Elwes, Vivica A Fox, Joanna Lumley, Jimi Mistry.

Em um mundo fantástico e imaginário, nasce a pequena Ella, que recebe de sua fada madrinha, Lucinda, o dom da obediência. A menina passa a vida obedecendo a todas as ordens que recebe, até descobrir que o dom é, na realidade, uma maldição. Dessa forma, a jovem faz de tudo para quebrá-lo. Se conseguir, poderá também viver feliz com o grande amor de sua vida. Nessa época, Anne Hathaway chamava mais atenção pela sua beleza - hoje, já se impõe também pelo talento, como comprova em Os Miseráveis, ainda inédito no Brasil. Boa diversão. Reprise, colorido, 96 min.

Um Faz de Conta que Acontece

22H20 NA GLOBO

(Bedtime Stories ). EUA, 2008. Direção de Adam Shankman, com Adam Sandler, Keri Russell, Guy Pearce, Russell Brand, Richard Griffiths, Teresa Palmer.

Misteriosamente, as histórias que um arquiteto conta para seus sobrinhos começam a virar realidade. Com a ajuda das crianças, essas histórias tomam rumos surpreendentes. Empolgado, o arquiteto tenta realizar desejos absurdos, mas logo descobre que o efeito só acontece com a participação das crianças. Veículo para o humor de Sandler que, ultimamente, não tem funcionado. Reprise, colorido, 89 min.

Joni

23 H NA REDE BRASIL

(Joni). EUA, 1979. Direção de James F Collier, com Joni Eareckson, Katherine De Hetre, Cooper Huckabee.

Aos 17 anos, menina sofre um acidente ao mergulhar, quebrando o pescoço, ficando tetraplégica. Abalada, quase perde a fé, recuperada a muito custo. A história faz lembra Feliz Ano Velho e Mar Adentro, que também mostram exemplos de recuperação. Aqui, nada credencia essa produção. Reprise, colorido, 110 min.

Oscar Niemeyer - O Arquiteto do Século - Parte I

0 H NA CULTURA

Brasil, 2002. Direção de Paulo Mattos, Marcos Menescal.

Dividido em dois episódios, o documentário acompanha a vida e a obra de um dos maiores arquitetos do mundo, recentemente falecido. De sua casa, no Rio de Janeiro, Oscar Niemeyer revela sua intimidade e fala, entre outros assuntos, a respeito de sua arquitetura - que ultrapassou as fronteiras brasileiras e se tornou referência mundial -, de sua trajetória pessoal, seus sonhos, decepções e esperanças. Para compreender o trabalho desse artista, o filme viaja pelo Brasil e Europa, revelando alguns dos muitos projetos de sua carreira. A produção ainda apresenta depoimentos de Ferreira Gullar, Gilberto Gil, Chico Buarque e Fernando Henrique Cardoso. Reprise, colorido, 55 min.

Malu de Bicicleta

1H35 NA GLOBO

Brasil, 2010. Direção de Flávio R. Tambellini, com Marcelo Serrado, Fernanda De Freitas, Marjorie Estiano, Daniela Galli, Otavio Martins, Eriberto Leão.

Luiz Mário é um empresário mulherengo. Ele trabalha na noite paulistana, coleciona casos amorosos, mas não consegue se envolver com nenhuma das mulheres que conhece. Um dia, no Rio de Janeiro, ele é atropelado de bicicleta por Malu. Eles logo se envolvem e vivem um romance perfeito, até o destino resolver mudar as regras deste jogo. Quando foi lançado nos cinemas, o filme teve uma repercussão tímida, de público e crítica. Apesar de seus defeitos, trata-se de uma obra simpática, que busca recuperação agora na televisão - já foi lançado em DVD. Inspirado na obra de Marcelo Rubens Paiva. Inédito, colorido, 90 min.

Fomos Heróis

2H35 NA BAND

(We Were Soldiers). EUA, Alemanha, 2002. Direção de Randall Wallace, com Mel Gibson, Madeleine Stowe, Greg Kinnear, Sam Elliot, Chris Klein, Keri Russel, Barry Pepper, Duong Don, Ryan Hurst, Robert Bagnell, Marc Blucas, Josh Daugherty, Clark Gregg.

Na Guerra do Vietnã, tenente-coronel e outros 400 integrantes da elite de combate do Exército norte-americano são cercados por 2 mil soldados vietnamitas. A batalha foi uma das mais sangrentas da história dos EUA. Uma visão bem apurada da história impede que o filme seja avaliado apenas como mais um de guerra - há certas nuances que o diretor-roteirista Randal Wallace (o mesmo de O Homem da Máscara de Ferro) conseguiu introduzir em sua versão. Há uma interessante oposição entre os burocratas que acompanham a guerra a distância, e a urgência dos soldados que se dilaceram em combates encarniçados. E Wallace não se esquece também do outro lado, dando o mesmo tratamento humano ao oficial vietnamita e a seus comandados. Só por isso não se trata de um programa descartável. Reprise, colorido, 132 min.

Indo Até o Fim

3H50 NA REDE BRASIL

(Going All The Way). EUA, 1997. Direção de Mark Pellington, com Jeremy Davies, Ben Affleck.

Dois homens se tornam amigos durante a Guerra da Coreia e voltam para Indianápolis, onde viveram juventudes separadas, em diferentes planos da esfera social. A dupla de atores é boa, mas a história decepciona. Pior: começa com um erro histórico, pois o hit musical logo nas primeiras cenas surgiu em 1957 e o filme se passa em 1954. Ben Affleck merece ser lembrado pelo seu recente Argo, exemplo de ótimo filme político. Reprise, colorido, 103 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.