Beleza visual e contestação

Um Dia, Um Gato - Os anos 1960 marcaram a descoberta das novas cinematografias - incluindo a checa, que produzia filmes de grande beleza visual e contestadores do regime comunista. Este é uma joia. Mágico chega a uma pequena cidade com seu gato, que usa óculos. O motivo é simples - quando o gato retira os óculos, ele revela as pessoas como são. Uma cor para cada um - para os apaixonados, os corruptos, etc. Instala-se o pandemônio. Vojtech Jasny precedeu a nouvelle vague checa com sua mistura de comédia musical e sátira política. A intervenção soviética em Praga acabou com sua carreira, mas resta a lembrança deste filme (de 1964) que virou cult e foi um grande sucesso na época, no Brasil, que também vivia sob a ditadura militar. Lançamento da Platina. / L.C.M.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.