Belchior expõe desenhos em Berlim

O cantor Belchior encerra hoje, em Berlim, uma temporada inusitada em sua carreira: uma mostra de desenhos sobre o poeta e a poesia de Carlos Drummond de Andrade, denominada Exposição Política Literária/31, realizada na embaixada brasileira.Os trabalhos, feitos nos anos 80, revelam uma faceta desconhecida do artista. A mostra é composta de 31 quadros em nanquim, aquarela e guache, com caligrafias artísticas do poema ?Política Literária?, do livro Alguma Poesia (1930), além de retratos do poeta. Uma declaração feita pelo próprio Drummond, aprovando o resultado, também faz parte da mostra que foi exibida originalmente em Itabira (MG), na Fundação Drummond, por ocasião do centenário do poeta, comemorado no ano passado.Ainda homenageando o poeta, Belchior prevê o lançamento de um novo CD para o qual já musicou 34 poemas. ?Escolhi textos que achei absolutamente definidores da obra de Drummond e os musiquei. Logo iniciarei as gravações, cujos arranjos já estão feitos e, em outubro, o CD estará pronto", garante o músico.A exposição deverá percorrer o território brasileiro durante os próximos anos e tem a Itália na agenda do próximo ano. "Temos vários convites e queremos levar o trabalho para todo o Brasil". Na carreira de desenhista, Belchior tem planos ousados, como o de desenhar a Divina Comédia, de Dante Alighieri, com "mil desenhos para o Inferno, mil para o Purgatório e mil para o Paraíso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.