Bebê 'morto' acorda no momento de seu velório no Paraguai

Um bebê que nasceu 16 semanas prematuro foi declarado morto pelos médicos de um hospital no Paraguai mas acordou horas depois quando era preparado seu enterro.

REUTERS

10 de agosto de 2009 | 09h58

O médico Ernesto Weber, chefe da pediatria de um hospital estatal na capital Assunção, disse que o bebê pesava apenas 500 gramas quando nasceu.

"Inicialmente, o bebê não se movimentava, ele praticamente não tinha nenhum reflexo respiratório, nós não ouvíamos nem seu batimento cardíaco, então, declaramos que o feto prematuro de 24 semanas estava morto", disse Weber à Reuters Television.

A família recebeu o atestado de óbito e um caixa de papelão com o nome do bebê inscrito do lado de fora que serviu como um caixão.

Mas quando a família levou o bebê do hospital para preparar seu velório, aconteceu o inacreditável.

"Eu abri a caixa e peguei o bebê e ele começou a chorar. Eu fiquei assustado e disse 'o bebê está chorando'... e então ele começou a movimentar seus braços, suas pernas e eu fiquei assustado, nós todos ficamos assustados", disse uma pessoa da família, Liliana Alvarenga.

Horas depois que a morte do bebê tinha sido declarada, ele estava vivo. O hospital iniciou uma investigação e o bebê está agora em situação estável e em uma incubadora.

(Reportagem de Sarah Toms)

Tudo o que sabemos sobre:
ODDBEBEMORTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.