Divulgação
Divulgação

BBB 11 tem estreia melhor do que edição de 2010

Antes de entrarem na casa, os brothers tiveram de se dividir, com baseem fotos dos olhos de cada um

AE, Agência Estado

13 de janeiro de 2011 | 10h33

Quando o apresentador Pedro Bial apareceu na tela da Globo, por volta das 22h30 de anteontem, tinha início a 11ª edição do Big Brother Brasil. Um início, pelo menos, mais promissor do que a edição passada. Com uma média de 34 pontos em São Paulo - o que representa 53% dos televisores ligados -, a atração teve um desempenho superior aos 30 pontos registrados na estreia do BBB 10. O primeiro programa do BBB 11 exibiu vídeos de apresentação de cada um dos participantes e a maneira como eles souberam que iriam participar do reality.

Antes mesmo de entrarem na casa, os 17 brothers tiveram de se dividir, tomando como base apenas fotos dos olhos de cada um dos participantes. Eles foram divididos em quatro grupos. Natalia, Igor, Paula e Cristiano ficaram no grupo Laranja; Diogo, Janaina, Lucival e Michelly, no Verde. No Azul, ficaram Jaqueline, Ariadna, Mauricio, Daniel e Diana; e, por fim, Rodrigão, Talula, Maria, Rodrigo, que fazem parte do grupo Vermelho. Essa divisão, além de ser usada durante as provas, também separa aqueles que ficarão dentro da casa e quem terá de dormir no acampamento, no jardim, ao lado do sobrado do BBB.

Depois da habitual farra na entrada da casa, os participantes começaram a se acomodar. Houve brinde e comemoração. Logo no primeiro dia, a estudante de farmácia Paula, 23 anos, que em seu vídeo de apresentação disse ficar com "homem, mulher e gay", perguntou para as outras mulheres se havia alguma homossexual entre elas. A transexual Ariadna Thalia, 26 anos, disse: "Eu gosto de homem". Paula retrucou, dizendo que já havia percebido que alguns dos homens da casa são homossexuais, mas não deu nomes. Segundo Boninho, diretor do programa, não houve instrução alguma para ela. "A Ariadna está fazendo o que quer. Se fosse algo instruído, não teria a menor graça", garantiu ele, no Twitter. "A vantagem da Ariadna é que ela entende tanto de homens como de mulheres".

No meio do programa de estreia, veio o primeiro susto. A pedido de Bial, os brothers tiveram de votar em um dos participantes para sair da casa. Com cinco votos, a promotora de eventos paulista Michelly, 27 anos, foi a escolhida. Prestes a chorar, ela foi informada de que aquilo não passava de uma pegadinha. Na verdade, o mais votado ganharia imunidade no primeiro paredão. Ontem, na primeira manhã na casa, os 17 participantes curtiram o bom tempo e caíram na piscina. Conversaram sobre o primeiro paredão e sobre as suas impressões dos outros colegas de casa. As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
televisãoGloboBBB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.