Carolina Spillari/AE
Carolina Spillari/AE

Baraldi lança novas HQs de Roko Loko e Adrina-Lina

Roko Loko é um personagem criado há 14 anos pelo cartunista que quer mostrar que roqueiro é boa gente

Carolina Spillari, do estadao.com.br,

04 de dezembro de 2009 | 19h26

O cartunista Márcio Baraldi lança "Roko Loko", o livro que leva o nome de seu personagem mais famoso, neste sábado, 5, no Blackmoore Bar, em Indianópolis. É o quarto livro de histórias em quadrinhos (HQs) de Roko Loko e seu 12.° no total. Nesta edição "Hey, Yo, Let´s Go", frase de guerra dos Ramones, ele está acompanhado de sua parceira, "Adrina-Lina".

 

Roko é um personagem criado há 14 anos para mostrar que o roqueiro também é boa gente, responsável, e diferente do que muitos pensavam, que veio só para bagunçar. "Queria acabar com essa imagem do roqueiro cabeludo que só quer fazer confusão. Sempre amei o rock e com Roko quis mostrar que o rock é um estilo de vida e deve ser respeitado'", explica Márcio Baraldi. Segundo Baraldi, o roqueiro não tem essa imagem de desordeiro e rebelde. "Temos mais do que isso dentro do rock. Temos pessoas excelentes e o Roko veio para mostrar esse roqueiro 'de bem com a vida'", diz.

 

 

Os livros são lançados em ordem cronológica, conta o cartunista. "Assim os leitores podem acompanhar a evolução dos personagens e até mesmo a minha". O processo antes totalmente artesanal já recebe um trato da tecnologia. As histórias eram feitas e coloridas à mão. Agora são feitas no papel e pintadas no photoshop.

 

Durante sua trajetória, Roko já encontrou diversas bandas de todo o mundo, e mesmo as mais famosas como ACDC, Metálica e Nirvana. Seu mentor espirtitual é Raul Seixas, conta o autor. É Seixas quem alerta Roko de perigos, dá conselhos e o leva até a outros mundos.

 

Em uma das passagens de "Hey, ho..." Raul leva Roko de trem através de um arco-íris a um festival onde ele encontra Hendrix, Steve Ray-Vaughan, Randy, Rhoads, Chuck Schuldiner, Frank Zappa e outros roqueiros para um duelo de guitarras. Os vocalistas Marc Bolan, Janis Joplin e Jim Morrison também estão lá.

 

Além de Roko Loko, entre os personagens criados por Baraldi estão Tatto Zinho, o tatuador, Rap Dez, representante da cultura Hip-Hop, Alaôr Kaholic, que só pensa em trabalho, Érica, a esotérica, Maluco e Beleza, dois roqueiros sem grana que sempre tentam ir à shows de graça, e o "guerrilheiro da guitarra", que explode todas as injustiças de toda a ordem. Cada um é direcionado a um tipo de publicação.

 

Roko Loko está nas páginas da "Rock Brigade", tradicional revista do rock brasileiro. Baraldi também colabora com a "Roadie Crew", "Mad", " Comando do Rock", "Metal Head Tatoo", "Vibração", "Sci Fi News", "Espiritismo e Ciência", "Dr!" e "Ufo!". O cartunista já chegou a fazer charges para 11 publicações ao mesmo tempo.Suas charges estão em revistas que vão para a América Latina e Europa.

 

Além do ramo do rock, sua principal vertente, Baraldi faz ilustrações para o movimento sindical. Euriko e Ritalinda são os personagens que discutem com humor a política na "Folha Bancária", do Sindicato dos Bancários de São Paulo.

 

A festa de lançamento das novas histórias de Roko Loko e Adrina-Lina vai contar com os shows das bandas Exótica e Cracker Blues, som do DJ Adriano Coelho e entrega do Prêmio Bigorna para os melhores quadrinistas brasileiros. No local também estarão disponíveis terminais para o game do Roko-Loko, premiado em 2007 pela venda de 400 mil cópias. Haverá show de mágica e elaboração de quadrinhos ao vivo. A entrada é gratuita.

 

Roko Lolo, de Márcio Baraldi. Lançamento no Blackmoore Bar, no sábado, 5, a partir das 14h. Alameda dos Maracatins, 1.317, Indianópolis, São Paulo. Tel:(11) 5041-9340.

Tudo o que sabemos sobre:
BaraldiRoko Loko

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.