Band vende 500 horas anuais à Netflix

Cineasta que dirigiu Paulo Miklos no filme O Invasor, Beto Brant participa do Dose Tripla, programa que tem o titã entre os apresentadores, na Mix TV. Nesta terça, às 22h30.

O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2011 | 03h10

Zezé Di Camargo e Luciano gravam edição do Som Brasil em tributo aos seus 20 anos de carreira, com Caio Corseletti, Marcelo Barra, Carlinhos Brown e a Gaby Amarantos, a Beyoncé do Pará.

E 20 anos de estrada levam ainda Zezé e Luciano ao Altas Horas que será gravado na quarta, não mais em Pirenópolis, como chegou a se cogitar.

Enfim, em 1ºde novembro, os filhos de Francisco gravam entrevista a Jô Soares. Ufa!

São 35 as produtoras independentes representadas pela comitiva de produtores brasileiros que segue para Cannes na semana que vem, por obra da MipCom, feira anual de TV.

Uma orquestra com 20 músicos se fará presente na festa de lançamento da nova novela das 6 da Globo, amanhã, no La Luna, em São Paulo. No repertório, claro, a trilha sonora de A Vida da Gente.

PIB, não necessariamente Produto Interno Bruto, mas uma alusão a tanto, será o nome do programa que abrirá vaga semanal para Guilherme Barros na RedeTV!

Pessoas Interessantes do Brasil, Personalidades Influentes do Brasil ou Projetos Inovadores do Brasil são algumas das possibilidades para a tradução do novo PIB de Guilherme Barros. A estreia está prevista para 3 de outubro.

The X Factor, reality show de Simon Cowell, ex-jurado do American Idol, estreou com 12,14 milhões de telespectadores nos EUA, via Fox. Foi líder no horário, mas ficou bem aquém da estreia da última temporada de American Idol, que somou 26,2 milhões de pessoas.

Ao lado do diretor Fred Myrink e de Ellen Roche, o ilusionista Mario Kamia supervisiona cena em que Rodrigo Lombardi/Herculano quase morrerá em O Astro, graças a mais uma tentativa de sabotagem praticada por um asqueroso Humberto Martins/Neco, sob ordens do pérfido Marco Ricca/Samir. No ar terça.

"Eu engordei, mas meu cabelo melhorou." Mariana Godoy, após ver retrospectiva de seus 18 anos na Globo, em sua despedida da bancada do SPTV 1ª Edição, anteontem.

A Bandeirantes fechou com a Netflix, locadora virtual que vende conteúdo audiovisual via streaming (internet), a venda de 500 horas de programação por ano ao catálogo da empresa. O negócio já está valendo. Ali estarão novelas como Dance Dance Dance e Água na Boca, reality shows como Polícia 24 Horas, séries como Anjos do Sexo e até títulos que nem chegaram ainda à tela da emissora. São os casos da 1ª temporada de Descolados, já vista pela MTV e apenas prevista para ir ao ar na Band ainda este ano, e Brilhante F.C., produzida para a TV Brasil e também adquirida pela emissora. Ambas são produções da Mixer, que no momento realiza, para a Band, a inédita Julie & Os Fantasmas.

Sal grosso neles

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.