Band, Record e Globo preparam terreno para o Pan

Band já vende cota de patrocínio por valores que chegam a R$ 25 milhões

Agencia Estado

26 Junho 2007 | 16h28

Jogos Pan-Americanos são negócio que rende tanto para o comercial das emissoras quanto em geração de empregos. A Band vendeu quatro cotas de patrocínio para Correios, Caixa Econômica Federal, Ford e Colgate no valor de R$ 25 milhões cada. E vendeu também uma cota de participação para a Brasil Telecom no valor de R$ 20 milhões. Na cota de participação, o anunciante entra apenas com inserções do comercial de 30 segundos em todo o break correspondente à programação do Pan 2007. A diferença é que ele não tem vinhetas de assinatura de patrocínio e tem maior freqüência de inserções de 30 segundos. A emissora dos Saad terá ainda tops de 5 segundos da Embratel e Yamaha (produtos especiais). Já a Record vendeu suas cotas de patrocínio nacionais para as Casas Bahia e a Ford e uma cota local para a NET São Paulo. O valor total de cada cota é de R$ 21 milhões. Na Globo, a distribuição das cotas de patrocínio ficou entre Petrobrás, Olympikus, Cerveja Sol, Oi, Sadia e Caixa Econômica Federal. Os valores das cotas não foram divulgados pela emissora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.