Band quer mais suspense na novela 'Água na Boca'

A Band resolveu correr com a história e apostar em mais drama e suspense para alavancar o ibope da novela Água na Boca. A trama, que teve a sua melhor audiência na estréia (3,3 pontos), dá 2 pontos de média e já chegou a registrar 0,9 pontos.Segundo o diretor Del Rangel, o folhetim não será encurtado nem haverá mudanças no roteiro, mas sim uma antecipação dos ''pontos de conflito''. "As pesquisas e os grupos de discussão mostraram que podemos conseguir mais audiência trazendo ação à história. O que iria ao ar no capítulo 60, aparece agora."Assim, o núcleo jovem será apimentado com questões como drogas na escola e gravidez na adolescência.O drama ficará por conta da separação dos mocinhos, Luca (Caetano O''Maihlan) e Danielle (Rosanne Mulholland). Em cenas que vão ao ar na segunda-feira, Paolo (Carl Schummacher), pai de Luca, morre em um incêndio criminoso na cantina Mamma Mia. A suspeita recairá, é claro, sobre a família de Danielle, os Cassoulet, inimigos mortais dos Bellini.Em outra virada da trama, um vilão vai aparecer. Alex (Alexandre Barros), ex-noivo de Danielle, revelará ter ódio pelas famílias rivais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

18 de junho de 2008 | 10h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.