Band lança atrações inspiradas em produções argentinas

Um novo programa feito por crianças chega à TV brasileira. Produzido pela Band, em co-parceria com a produtora argentina Promofilm, Tagarelas estréia neste sábado, dia 10, num horário ao qual as crianças já não são tidas como o público-alvo: 22 horas. "Já faz um certo tempo que o chamado horário nobre está sendo esticado até mais tarde", justifica o diretor executivo de Produção da Band, Celso Tavares. "Hoje em dia, esse horário é altamente competitivo e nos permite buscar um público mais amplo", acrescenta. Tavares destaca ainda que a intenção é levar ao ar um "programa feito por crianças para adultos". "É importante dizer que não se trata de uma atração infantil e sim para toda a família, portanto, algo que cabe muito bem nesse horário". Comandado pelo ator Carlos Mariano (ex-integrante dos infantis Glub-Glub e Rá-Tim-Bum, ambos da Cultura), o programa promete utilizar a espontaneidade das crianças como o grande diferencial entre as demais atrações do gênero, como Gente Inocente (Globo) e Pequenos Brilhantes (SBT). Dentre os vários quadros do programa, serão exibidas vinhetas com crianças respondendo perguntas do tipo: "Deus existe?" ou então "Pra que serve o umbigo?". Sem Agências - "Contamos com o trabalho de cinco pedagogas, que nos ajudam a elaborar um roteiro para conduzir a conversa com a criançada, não existe nada combinado", assegura Mariano, o único adulto, além dos convidados ilustres, a participar do programa. "Nos bate-papos que tenho com as crianças, chego a ficar até uma hora conversando com cada um, para poder editar cinco minutos. Acima de tudo, respeitamos o espaço e a liberdade de cada criança".Outro diferencial ressaltado por Tavares é o de que as crianças convidadas a participar do programa não fazem parte de agências de publicidade. "Visitamos várias escolas e pedimos indicações aos professores. Não estamos com um elenco fixo de crianças, mas é óbvio que as que se destacarem mais, voltarão em outras oportunidades", salientou o diretor. À Caça de Sonhos - Desde que a primeira vinheta com o nome do programa Surpresa e ½ foi ao ar, em março, a produção do já recebeu 1200 cartas contando histórias sobre o grande sonho da vida de alguém. Assim como Tagarelas, Surpresa e ½ - previsto para estrear em 23 de junho - também é fruto da parceria com a produtora argentina.Segundo a representante da Promofilm, Alejandra Heiman, as duas atrações são fenômenos de audiência na Argentina, através do canal Artear. Pelo menos nos seis primeiros meses (prazo estipulado pelo contrato da Band com a Promofilm), as expectativas de audiência giram em torno de 5 a 7 pontos. "Surpresa e ½ terá duas horas de duração e irá ao ar ao vivo, sempre às sextas, a partir de 22 horas, com apresentação de Eloy Nunes e Silvinha Franceschi. "A mola central do programa é o sonho de cada um", explica a ex-assistente de palco, de 27 anos, que ao lado de Nunes, comandará as brincadeiras. Trata-se de um game show que distribuirá prêmios aos participantes, que poderão brincar através do telefone ou no auditório. Um dos quadros que promete ser o destaque do programa é o da realização de sonhos. "Vamos atrás de boas histórias e fazemos com que o sonho das pessoas se torne realidade", explica Eloy. "Os desejos são os mais variados possíveis: desde saltar de pára-quedas até voltar à terra natal".Outro quadro interessante é o da Viagem Explosiva, onde dois participantes do auditório poderão ser contemplados com viagens para lugares paradisíacos durante uma semana, com direito a acompanhante. "O legal é que o participante e seu acompanhante terão de vir para o estúdio de mala e cuia, porque assim que são sorteados, já saem daqui de limusine diretamente para o aeroporto", conta o apresentador, que também é jornalista. O grupo Fractons - formado pelos atores Luiz Ramalho, Kiko Caldas e Marcelo Castro - também fará participações especiais a cada programa. À frente dos quadros APHU (Associação Protetora de Humanos) e Comando Surpresa, o trio sai pelas ruas com o objetivo de surpreender as pessoas e levar momentos de alegria, seja presenteando ou fazendo algo inusitado. "Eles podem, por exemplo, entrar em um restaurante e pagar a conta de alguém, como podem ´invadir´ um hospital para uma visita surpresa", explicou Tavares.A compra dos direitos desses dois programas, assim como a contratação da VJ Sabrina Parlatore, da MTV, fazem parte de uma estratégia da Band para dedicar sua programação ao público jovem. Ainda sem declarar o conteúdo do programa, a Band divulgou por meio de sua assessoria de imprensa que o contrato de exclusividade com Sabrina vai até 2002. "Assinamos há uma semana com a Sabrina e, por enquanto, a previsão é de que ela comande um programa diário para jovens, que deve estrear em agosto", avisa o diretor de Programação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.