"Band Kids": nova grife da Bandeirantes

Depois de dez anos sem produzir nenhum programa dedicado ao público infanto-juvenil, a Bandeirantes decidiu investir nesse filão e lança na próxima segunda-feira a marca Band Kids, com a estréia do programa que leva o mesmo nome, às 15 horas, apresentado por Renata Sayuri.A nova atração dá o pontapé inicial na programação voltada para o público jovem. Estão previstos para o mês de outubro o programa de Sabrina Parlatore, e até o final do ano, um com a Feiticeira Joana Prado. "Queremos atrair a audiência do jovem e adolescente", prevê Roberto de Oliveira, vice-presidente de programação, operações e conteúdo da Band. Ele explica que o nome Band Kids é uma grife que veio para ficar. "Nossa intenção é transformá-lo num grande projeto de licenciamento. Queremos que o ´Band Kids´ seja um canal a cabo. Já temos os planos definidos e estamos em negociações."No novo programa, Renata - neta de japoneses -será Kira, uma aprendiz de heroína que apresentará o novo pacote de desenhos animados que a emissora acaba de adquirir, como Cadilacs e Dinossauros, Buckys, Seis Biônicos, além dos 77 episódios inéditos do Dragon Ball. Entre um desenho e outro, Kira contracenará com Yuki, um atrapalhado robozinho, e com Olho Grande, seu mestre e conselheiro. Interpretando uma garota alegre, de 16 anos, ela passará pelos mesmos problemas e dúvidas comuns à sua idade, e com a ajuda dos dois amigos aprenderá a vencer o mal.Para Roberto, a escolha de uma apresentadora com "olhos puxados" é devido a identificação das crianças com os desenhos japoneses. "Esse estilo é muito bem aceito entre a criançada e faz bastante sucesso", garante ele, explicando que o público poderá participar do programa através de cartas e pela Internet. Com lentes de contato azuis, roupas coloridas e futuristas, Renata pretende ficar "marcada" com sua nova personagem. "A Kira é totalmente nova, e não traz nenhuma referência de outra apresentadora, apesar de eu ser da geração que curtia a Xuxa", diz ela, que já praticou artes marciais. "O karatê e o tae-kwon-do me ajudaram a desenvolver alguns gestos da Kira." Como o programa terá duas horas de duração, o radialista Paulo Lopes sai da grade e cede seu horário. "Estamos estudando um programa para ele aos sábados", garante Roberto. A intenção dos diretores é alcançar de 4 a 6 pontos com a nova atração. "Só com a exibição do Dragon Ball, chegamos a picos de 5 pontos", revela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.