Balé Nacional de Cuba amplia apresentações

O Balé Nacional de Cuba (BNC) anunciou um roteiro de suas apresentações agendadas para o próximo ano. Estão nos planos da Companhia intensificar os espetáculos em vários países da América, Europa e África, afirmou hoje sua diretora, Alicia Alonso. A temporada começa dia 10 de janeiro na cidade de San Cristóbal, na Venezuela, onde fica até o dia 16. Na estréia está previsto um repertório que inclui Dionaea, El reto, Muñecos e Sinfonia de Gottschalk. O BNC tem planos de se apresentar em fevereiro e março em várias cidades da Costa Rica. Dia 15 de março viajam para a Cidade del Cabo, Johannesburgo e Durban, no Sul da ÁfricaO clássico Balé Giselle, com a coreografia assinada por Alicia Alonso baseado no original de Jean Coralli e Jules Perrot, se apresentará entre abril e maio no Canadá. Logo depois começa a itinerância européia, que termina dia 21 de setembro. Com um ritmo frenético, outubro e novembro é a vez dos Estados Unidos com Coppelia, Giselle e La magia de la danza. Além do roteiro, Alicia também informou que a companhia pretende montar um espetáculo teatral La Bella durmiente e Un viaje a la luna. Ela, que recentemente foi condecorada pelo presidente de Cuba, Fidel Castro, com a ordem José Martí, afirmou que a inauguração de um centro na Escola Nacional de Arte (ENA) propiciou esse desenvolvimento de novos talentos.Segundo ela, os cursos da instituição puderam preparar os alunos mais empenhados a entraram na BNC e o resto a se incorporar a outros grupos de dança para continuar sua preparação e evolução. Considerada uma das personalidade mais importantes no circuito da dança, Alicia Alonso declarou: "me sinto muito bem criando, ajudando as novas gerações de bailarinos?. No anúncio não foram confirmadas as visitas ao Brasil.

Agencia Estado,

27 de dezembro de 2000 | 23h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.