Balé cubano é aplaudido no Canadá

Pela primeira vez na sua história, o balé cubano Tropicana se apresenta em Toronoto por três dias, sendo consagrado pela crítica local.Apesar das tradicionalmente boas relações entre Havana e Otawa, o mítico espetáculo do Tropicana nunca havia levado a terras canadenses suas lantejoulas e seu som afro-caribenho, desde sua criação, em 1939."Mesmo que ninguém tenha nos oficialmente convidado, se desta vez tudo der certo estenderemos as apresentações a outras cidades", explicou Santiago Alfonso Fernández, diretor artístico do Tropicana. O balé debutou no Canadá na quinta-feira, em uma das melhores salas do país: o Centro Hummingbird, sede do Balé Nacional do Canadá, e da Companhia Canadense de Opera.Algumas das principais atrizes do espetáculo cubano destacaram, durante os ensaios antes da estréia, a boa qualidade acústica e a beleza do auditório. Tropicana deslocou até Toronto mais de 60 artistas, dos cerca de 250 que compõem a "troupe" de Habana- entre dançarinos, cantores e músicos.Em Toronto, o grupo apresenta hoje basicamente o mesmo espetáculo que se fazem em Havana - La Gloria eres tú- com duas horas de rumba, guajira, cha cha cha, mambo, samba e bolero, músicas compostas por Ernesto Lecuona e Mario Bauza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.