Bailes funk podem ter matinê no Rio

Os bailes funk podem ter matinês para que adolescentes possam freqüentar os clubes. A sugestão foi feita hoje pela vice-governadora Benedita da Silva, durante encontro com equipes de som que promovem os bailes, o secretário de Segurança do RJ, Josias Quintal, e o juiz da 1.ª Vara de Infância e Juventude, Siro Darlan.A idéia é aproveitar as festas para divulgar campanhas educacionais de combate à prostituição infantil, prevenção à aids e à gravidez precoce. No início desse ano, o secretário municipal de Saúde, Sérgio Arouca, divulgou que médicos de postos municipais atenderam adolescentes que contaram ter engravidado em bailes funk.O juiz Siro Darlan concordou em liberar a entrada de menores de idade nos bailes, no horário de matinê, desde que não haja venda de bebida alcóolica. Os músicos comprometeram-se a deixar de lado as letras com conotação sexual e retornar ao estilo de "denúncia social".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.