Bailarina demitida do Bolshoi é reintegrada

Demitida em setembro do balé Bolshoi por ser considerada acima do peso ideal, a bailarina Anastasia Volochkova será reintegrada à famosa companhia de balé russa. Ela venceu nesta quarta-feira o processo que moveu contra a companhia. O Bolshoi também terá que lhe pagar os salários correspondentes a todos os meses em que ficou fora. Segundo a televisão russa, os salários devidos a Anastasia somam 190 mil rublos (quase R$ 19 mil). O Bolshoi já avisou, através de seus advogados, que vai recorrer da decisão. Apesar de ter sido reintegrada ao balé, Volochkova pode não voltar aos palcos. "Eu percebo que não há muito o que esperar do Bolshoi agora", disse a bailarina à rede de TV NTV. Anastasia Volochkova foi demitida em setembro por que, alegava a direção do Bolshoi, seu peso tornava difícil escalá-la para os papéis. A bailarina, no entanto, achou a decisão arbitrária e classificou a polêmica relativa a seu peso de "humilhante e absurda para o balé russo". Anastasia pesa 50 quilos e mede 1,68 metro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.