Babel Saem as bolsas da Biblioteca Nacional

Todos os 28 projetos inscritos desde a criação do Programa de Apoio à Tradução de Autores Brasileiros em julho deste ano foram aprovados pela Fundação Biblioteca Nacional (FBN), que investirá nesta primeira leva US$ 101 mil. Eram esperados mais pedidos da Alemanha e havia até uma orientação para que eles fossem priorizados, já que o Brasil será o país homenageado da Feira do Livro de Frankfurt em 2013; foi isso, aliás, o que motivou a reforma do antigo programa de tradução da FBN. Mas só Moacyr Scliar, com dois livros, e Eduardo Spohr, com um, despertaram o interesse dos alemães. Curiosamente, a Romênia lidera a lista, com oito títulos, seguida pela França (5) e Espanha (4). Na lista, que será divulgada na segunda-feira, há clássicos como Machado de Assis (Uruguai) e Clarice Lispector (Suécia). Mas o que chama mais atenção são os jovens escritores que já conseguiram emplacar livros fora do Brasil e que terão ajuda para serem lançados no exterior: Santiago Nazarian e Marcelo Ferroni (Espanha), Adriana Lisboa (França e Romênia), Arthur Dapiève (França) e Edney Silvestre (Holanda). A bolsa não é reivindicada apenas por pequenas editoras. A Méitalié, casa de Drummond e Machado na França, ganhou sinal verde para traduzir Azul-Corvo, de Adriana Lisboa, e Cidade Livre, de João Almino. Já a Gallimard vai ter ajuda para traduzir Leite Derramado, de Chico Buarque. As bolsas variam de US$ 1 mil a US$ 8 mil e só podem concorrer livros cujos direitos já foram adquiridos pela editora estrangeira. As seleções são trimestrais e para este ano está programada uma verba de R$ 1,1 milhão.

O Estado de S.Paulo

05 de novembro de 2011 | 03h07

MÚSICA

Biografia de Pearl Jam em 2012

Para que os fãs do Pearl Jam não fiquem órfãos depois de sua passagem pelo Brasil nesta semana: a Record já garantiu os direitos de traduzir Twenty e deve mandá-lo para as livrarias no segundo semestre de 2012. Lançado pela banda em setembro para comemorar seus 20 anos e com prefácio de Cameron Crowe, diretor de Vanilla Sky, Quase Famosos e do recente documentário sobre o próprio Pearl Jam, o livro conta a história da banda e os bastidores, traz entrevistas com músicos como Bruce Springsteen e Neil Young e muitas fotos.

DICIONÁRIO

Tudo sobre a cultura jurídica

Foram mais de dois anos para que Ivone C. Benedetti traduzisse o Dicionário de Cultura Jurídica. Não era para menos. O livro, que a WMF Martins Fontes publica em janeiro, terá 1.928 páginas e 380 verbetes de mais de 200 autores. A organização é de Denis Alland e Stéphane Rials, do Institut Michel Villey Pour La Culture Juridique Et La Philosophie Du Droit. A revisão da tradução foi feita pela jurista Marcia Villares de Freitas.

MARKETING

Grito de guerra no escritório

Na linha do clássico O Marketing de Guerra, o historiador Barry Strauss lança em maio, pela Simon & Schuster, Masters of Command, em que destaca as principais características de Alexandre, o Grande, Aníbal e César com o propósito de ajudar os executivos. Aqui, sai em julho pela Lua de Papel.

FILOSOFIA

Homenagem a Marilena Chauí

Democracia e Liberdade: Interlocuções com Marilena Chauí foi o tema do seminário realizado pela Universidade Estadual de Londrina e depois pela Universidade de São Paulo em 1998. Na semana que vem, a Barcarolla e a Discurso Editorial lançam, durante um colóquio na USP, o livro Diálogos com Marilena Chauí, organizado por Maria Celia Paoli.

*

A obra presta homenagem à professora recém-aposentada e resgata a fala ainda atual de intelectuais presentes ao encontro, entre os quais estavam Ana Amélia da Silva, Flávio Aguiar, Isabel Maria Loureiro, José Geraldo de Sousa Junior, Marco Aurélio Garcia, Olgária Matos e Sérgio Cardoso. O livro, com 15 artigos, percorre a trajetória de militância política de Marilena e suas atividades em sala de aula e como pesquisadora de filosofia.

ARTIGO

Paulo Coelho na Newsweek

"Alivie o peso, preserve o corpo e cuide da alma." A recomendação é feita por Paulo Coelho na revista Newsweek que chega às bancas segunda-feira. A seção A Cidade traz, toda semana, o texto de um escritor ou artista sobre seu lugar favorito. Coelho fala de Santiago de Compostela, tema de O Diário de Um Mago. Já colaboraram na seção, entre outros, Ai Weiwei (Pequim), Edwidge Danticat (Porto Príncipe), Lionel Shriver (Belfast) e Alain de Botton (Zurique).

INTERNET

Leituras Sabáticas com Loyola

Ignácio de Loyola Brandão lê trechos de seu novo livro, Acordei em Woodstock (Global), no Leituras Sabáticas, que vai ao ar hoje. Veja em: estadão.com. br/e/loyola.

Colaborou Lúcia Guimarães, de Nova York

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.