Raquel Cozer, raquel.cozer@grupoestado.com.br, O Estado de S.Paulo

04 de setembro de 2010 | 00h00

Autobiografia de Tony Blair sai no Brasil em fevereiro

Já tem editora brasileira o livro de memórias do ex-premiê britânico Tony Blair, A Journey: My Political Life. Trata-se da Benvirá, que pretende publicar a tradução da obra em fevereiro. O título foi lançado anteontem no mercado de língua inglesa e bateu recordes de vendas. Foi a autobiografia que se esgotou mais rapidamente na história da rede Waterstone - segundo a empresa, a procura foi similar a de títulos de Dan Brown e J.K. Rowling - e que com mais velocidade alcançou o topo da lista da Amazon inglesa, superando as memórias de David Beckham. Os primeiros números devem ser divulgados na terça-feira. No livro, Blair relata detalhes da guerra do Iraque, do 11 de Setembro e da morte da princesa Diana, mas o detalhes mais comentados até agora dizem respeito à preocupação dele com o fato de beber muito e o argumento de que "sabia" que seu sucessor, Gordon Brown, seria um fracasso.

FUTEBOL

Segredos da Fifa

O livro-reportagem Foul! The Secret World of Fifa, em que Andrew Jennings relata casos de corrupção na Fifa, teve os direitos comprados pela Panda Books e deve ser publicado no Brasil em 2011. O autor, que esteve no País neste ano, descreve na obra de 2006 um esquema de propinas para altos dirigentes da organização, admitido pela Justiça suíça só há poucos meses.

TRADUÇÃO

Memórias na ficção

O mais recente livro do israelense Aharon Appelfeld, Blooms of Darkness, foi adquirido pela Manole junto com uma de suas obras mais conhecidas, de 1978, a novela Badenheim 1939. O romance de 2006 trata de um garoto deixado aos cuidados de uma prostituta - episódio que ecoa experiência vivida pelo ficcionista depois de, aos oito anos, ter fugido de um campo de concentração e passado semanas na floresta até achar abrigo.

FOTOGRAFIA

Primeira vez

A SP Arte/Foto será a primeira feira no mundo a exibir a Brooklyn Bridge (foto), deMark Seliger. O registro, ampliado em platina, será trazido pela 1500 Gallery, de Nova York, e integra Listen, livro que o ex-editor de fotografia da Rolling Stone lança em outubro nos EUA. No Shopping Iguatemi, pode ser visto dos próximos dias 9 a 12.

MEMÓRIA

Apresentação póstuma

O romance A Terra e o Céu de Jacques Dorme, de Andreï Makine, sai neste mês pela Cosac Naify com um dos últimos textos escritos por Wilson Bueno antes de ser assassinado, em junho, dentro de sua casa, em Curitiba. Ele assina a orelha, na qual descreve a obra como capaz de "tocar, de modo agudo, às vezes brutal, uma frustração de raiz: ninguém jamais "inscreverá" em língua estrangeira a passagem por uma grande dor".

*

Makine nasceu na Sibéria, em 1957, e foi o primeiro não francês a ganhar o Goncourt - e também o primeiro autor a levar essa honraria e o Prêmio Médici no mesmo ano.

BEST-SELLER 1

Cury, o vendedor

A1ugusto Cury entregou à Planeta os originais de O Semeador de Ideias, terceiro volume da saga O Vendedor de Sonhos. O livro sai ainda neste ano. Com mais de 11 milhões de romances e títulos de autoajuda comercializados, o psiquiatra é hoje o autor nacional que mais atrai leitores no País.

BEST-SELLER 2

Laurentino, o historiador

O novo livro de Laurentino Gomes, 1822, será lançado neste fim de semana com toda sua primeira edição de 100 mil exemplares vendida às livrarias tradicionais e eletrônicas. Na quarta, a editora Nova Fronteira comunicou a notícia ao autor, que vendeu 700 mil cópias de seu livro anterior, 1808.

Colaborou Ubiratan Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.