Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2013 | 10h35

Brasil também quer conquistar a Alemanha pelo estômago

Destaque da Feira de Frankfurt em outubro, o Brasil não ocupará o principal restaurante do local – usado por alguns dos homenageados para mostrar sua culinária. Mas estará em três outros importantes espaços. Quem for ao restaurante do seleto hotel Steigenberger Frankfurter Hof, por onde circulam os grandes agentes e editores, poderá optar pelo menu brasileiro a ser elaborado cada dia por um chef. Foram escalados Morena Leite, Luiza Hoffmann, Carlos Ribeiro, Ivo Faria e Ari Kespers. Já no estande do Brasil, haverá uma cozinha-auditório. Enquanto cozinham, chefs conversam sobre assuntos diversos – da pimenta da Bahia de Jorge Amado ao cardápio das religiões afro-brasileiras. Alguns dos chefs convidados estarão também no cozinha oficial da feira, no Gourmet Gallery. A curadoria é de André Boccato e a imagem acima foi feita por Paulo Caruso para o evento.

BIENAL

Antes de Frankfurt…

Entre os 180 autores da Bienal do Rio, que começa na quinta, 11 são alemães. Eles conversam com escritores brasileiros no estande da Alemanha, país homenageado da feira carioca. Um desses debates reunirá o alemão de origem russa Wladimir Kaminer e Ferréz, presença confirmada também em Frankfurt.

*

Autor de Capão Pecado, Ferréz anda imerso no universo infantil. Em 2012, lançou O Pote Mágico (Planeta). Agora, acaba de fechar com a DSOP a edição dos inéditos A Menina Anna e o Balão, que terminou recentemente, e Meu Pai Grudou no Sofá, ainda em produção, e a reedição de Amanhecer Esmeralda, sua estreia no gênero.

DIDÁTICO

Na cozinha e na estante

Ainda sobre a Alemanha, um dos lançamentos do Senac para a Bienal é Cozinha Alemã, de Heiko Grabolle. Mas para Frankfurt, a editora leva o chef português Vitor Sobral.

*

A produção e venda da editora, aliás, vai de vento em popa. Em junho de 2012, a Babel anunciou a reestruturação do setor de didáticos. Resultado: crescimento de 48% na venda de lá para cá.

PALESTRA

Dicas para novatos

O editor Thiago Mlaker, da Novo Conceito, mostra a aspirantes a escritor como despertar o interesse de editoras no dia 5, no estande da editora na Bienal.

TRADUÇÃO

Catálogo internacional

A Unesp inaugura seu catálogo em inglês em Frankfurt com a tradução que ela mesma fez de Abolição, de Emília Viotti. Na feira, também sairá a 2.ª edição em alemão de O Milagre Alemão e o Desenvolvimento do Brasil, de Luiz Alberto Moniz Bandeira, editado lá pela Springer Gabler.

ENSAIO

Assunto de classe

Duas semanas após ter chegado às livrarias, Cidades Rebeldes: Passe Livre e as Manifestações Que Tomaram as Ruas do Brasil (Boitempo), de ensaios, já está sendo lido por alunos da Escola da Vila, Vera Cruz e São Domingos.

INFANTIL

Charme independente

Na última edição da Jornada de Passo Fundo – a próxima começa na terça –, Kate Wilson, diretora da independente e premiada Nosy Crow, e Alberto Manguel bateram boca no palco. Ele não concordava com a ideia dela de leitura e livro digital. Mas ela também faz belos livros impressos, e já vendeu os direitos de 13 títulos para a Brinque-Book. Entre eles, o Abra Com Cuidado (acima), de Nick Bromley.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.