Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

19 de julho de 2013 | 20h48

ROMANCE

A estreia (já internacional) de Socorro Acioli na ficção adulta

Em 2006, Socorro Acioli – 18 livros publicados, quase todos infantojuvenis – foi aprovada numa oficina de García Márquez com o projeto de um romance chamado Cabeça do Santo. Ela ainda não tinha lançado A Bailarina Fantasma, seu título mais vendido e mais adotado em escolas. Fez a oficina e seguiu trabalhando naquele romance, sua primeira ficção adulta. Nele, Samuel sai de Juazeiro do Norte em busca da família do pai. Rejeitado, dorme no que acredita ser uma gruta, mas que é a cabeça de uma estátua de Santo Antonio. Ele descobre seu dom de ouvir as orações das solteiras e passa a arranjar casamentos e a fazer chantagem. A trajetória da obra é curiosa. Socorro queria apresentar o livro da bailarina para a editora inglesa Sarah Odedina, uma das responsáveis pela edição de Harry Potter e hoje diretora da Hot Kay Books. De férias em Salvador, Sarah elogiou o livro, mas pediu algo mais particular e recebeu, então, o Cabeça de Santo, inspirado na estátua decapitada de Caridade, no sertão cearense. No dia em que a inglesa disse sim, a Companhia das Letras também topou a edição. O livro sai aqui em fevereiro e em março lá.

MERCADO

Ponte aérea editorial

A Rocco vai ganhar reforço no começo do mês. Corina Campos, ex-diretora comercial da Leya e da Gente, assume o mesmo posto na editora carioca e se divide entre Rio e SP. Quem também chegou por lá recentemente, para a área de Marketing, foi Gabriela Giosa, ex-Livraria da Travessa.

INTERNACIONAL

Clichês tupiniquins

Acaba de ser escrito pelo americano Jeremy Brown Anaconda Chocke, o último de uma trilogia. Ele se passa no Rio e mistura amor, artes marciais e gangues.

BIENAL

Viva Leminski

Aproveitando a nova onda Paulo Leminski, a Bienal do Livro do Rio (29/8 a 8/9) terá a mesa Leminski Vive, com Angelica Freitas, Masé Lemos e Omar Salomão, e sarau com Alberto Pucheu, Antonio Calloni e Viviane Mosé. O centenário de Vinicius de Moraes também será lembrado.

EVENTO

Jornada artística

A Jornada de Passo Fundo terá mais artistas em agosto. Debatem ou cantam: Emicida, Yamandu Costa, AfroReggae e Rita Gullo, entre outros.

FICÇÃO

Nova casa para Ruffato

Eles Eram Muito Cavalos, de Luiz Ruffato, concorre a prêmio de melhor livro lançado por uma editora independente na Alemanha em 2012. De 2001, a obra teve dez edições pela Boitempo, Record e BestBolso, e sai em setembro pela Companhia das Letras, que lançará, em 2014, o inédito Flores Artificiais.

AUTOBIOGRAFIA

E para Jeannette Walls

Numa tacada, a Globo adquiriu os direitos de dois livros da best-seller Jeannette Walls: o recente The Silver Star e o best-seller O Castelo de Vidro, editado antes pela Nova Fronteira e que terá Jennifer Lawrence na versão cinematográfica.

REEDIÇÃO

Jacaré no pampa

Publicada pela Artes e Ofícios em 1995 e esgotada, a novela Assim na Terra, de Luís Sérgio Metz (1952-1996, foto, com o cavalo Zaina), também conhecido como Jacaré, ganhará uma nova edição pela Cosac Naify. A obra acompanha o personagem em sua jornada de autoconhecimento pelo pampa gaúcho – viagem que o autor também fez a cavalo, em 1980. A real, de 600 quilômetros, durou 13 dias.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.