Reprodução
Reprodução
Maria Fernanda Rodrigues - O Estado de S.Paulo,

20 de maio de 2013 | 16h15

Alpendre foca edições digitais de história, culinária e turismo

Há um ano, Gabriela Erbetta, ex-Abril, prepara a inauguração da Alpendre. Inspirada no modelo Kindle Single, os e-books mais enxutos e baratos da Amazon, ela vai publicar, por ora, breves obras digitais nas áreas de turismo, culinária, história e língua portuguesa. A estreia, em junho, será com 50 Endereços no Brooklin, o primeiro de uma coleção que não quer concorrer com os guias de turismo, mas sim dar informações para quem quer ir além dos destinos mainstream. Estão previstos, ainda, títulos sobre San Diego e o Porto.

Na linha de "50 dicas" - que nada tem a ver com o best-seller pornô de EL James -, haverá uma coleção com receitas menos conhecidas de povos que emigraram para o Brasil. E ainda neste semestre sairá título de Viviane Aguiar sobre a história do lendário Bar Riviera - desde que ele era um fino salão de chá (ticket na foto)-, prestes a ser reinaugurado. A obra traz entrevistas com seus famosos frequentadores.

LIVRARIA

Mudanças na Laselva

Em fevereiro, esta coluna comentou a relação cada vez mais delicada entre a Laselva e as editoras, que esperam os acertos da rede. A notícia de agora, porém, não tem a ver com a quitação da dívida, mas com o pedido de demissão de Renato Scolamieri, diretor de Negócios da Laselva. Foram 12 anos na empresa.

*

No mercado, comenta-se que a crise já dura cinco anos e que há editoras esperando pagamentos de mais de R$ 1 milhão. A má fase, acredita-se, tem a ver com o alto preço dos aluguéis cobrados pelos aeroportos, onde as livrarias da Laselva se concentram, e se estende a redes com foco similar.

CONTO

Anote na agenda

Ainda leva uns dois anos até que o livro fique pronto, mas a Cosac Naify já prepara a edição dos contos completos de Tolstoi, que estão sendo traduzidos por Rubens Figueiredo. Ela promete um volume tão monumental quanto o de Guerra e Paz.

ROMANCE

O humor de Jacobson

Zoo Time, livro de Howard Jacobson vencedor esta semana do Bollinger Everyman Wodehouse Prize, para obras de comédia, sairá pela Bertrand em 2014. Ele conta a história de um escritor lutando contra seus sentimentos pela mulher e pela sogra enquanto tenta escrever. Dele, saiu há pouco A Questão Finkler.

INFANTIL

Shelley para crianças

Descoberta na Itália em 1997, Maurício ou a Cabana do Pescador é possivelmente a única obra infantil de Mary Shelley (1797-1851). Escrito dois anos depois de ter terminado Frankenstein, ele traz um pouco da melancolia da autora.

*

Quando escreveu essa obra, que começa com um funeral e acompanha a história de um garoto que perdeu os pais, ela tinha 22 anos e estava deprimida. O livro sai pela carioca Graphia ainda este ano.

THRILLER

Uma África irreal

O alemão Wolfgang Herrndorf situa seu romance Areia, que a Tordesilhas lança em junho, num país imaginário do norte da África em 1972. Há assassinato de hippies, sumiço de mala de dinheiro e a procura de um homem sem memória por uma mina. Aos 48, o autor se ocupa de um blog em que narra sua luta contra um tumor cerebral.

MÚSICA

Prévia da turnê

Tony Iommi, guitarrista do Black Sabbath, terá sua autobiografia Iron Man: Uma Jornada Pelo Céu e Inferno do Black Sabbath lançada em julho pela Planeta, um pouco antes da turnê da banda – em outubro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.