Avenida Paulista sedia festival internacional de dança

Evento vai reunir mais de 30 bailarinos de sete países para 16 espetáculos gratuitos

Estadão.com.br,

26 Abril 2011 | 11h39

Três espaços da Avenida Paulista, em São Paulo, serão palco do VI Visões Urbanas - Festival Internacional de Dança, que acontece de quarta-feira, 27, até sábado, 30, com programação durante o dia todo. O evento vai reunir mais de 30 bailarinos de sete países - Turquia, Alemanha, Bélgica, Itália, Uruguai, Estados Unidos e Brasil - para 16 espetáculos gratuitos no o jardim da Casa das Rosas, no parque Tenente Siqueira Campos (Trianon) e no parque Mario Covas.

Criado em 2006 por Mirtes Calheiros e Ederson Lopes, o Visões Urbanas faz parte da rede internacional Cidades que Dançam (CQD). Ela reúne festivais que integram a dança à paisagem urbana, em 34 cidades, de 18 países da América Latina e Europa. No Brasil, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre e São Paulo estão entre as cidades pertencentes à rede. O movimento surgiu em Barcelona em 1992.

Em paralelo ao festival, acontecerão a mostra de videodança (na Casa das Rosas) e duas palestras (no teatro Eva Herz, da Livraria Cultura, no Conjunto Nacional). A programação também inclui dois eventos fora da Avenida Paulista: a oficina de hip-hop - no estúdio Artesãos do Corpo, em Santa Cecília; e a exposição de fotos São Paulo - Cidade que Dança, sobre as edições anteriores do festival, na Caixa Cultural, na Sé, centro de São Paulo.

Além da Caixa Econômica Federal, a sexta edição do Visões Urbanas é patrocinada também pelo Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Estado da Cultura, por intermédio do Programa de Ação Cultural (ProAC) 2010. E conta ainda com apoio do Instituto Goethe-SP, do Consulado Geral da Turquia em SP e do Instituto Italiano de Cultura de São Paulo.

SERVIÇO:

VI Visões Urbanas - Festival Internacional de Dança

de 27 a 30 de abril de 2011

Entrada franca

Classificação etária: livre

Tel: (11) 3321-4400 ou (11) 3667-5581

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.