Autora no clube da Lulu

Thalita Rebouças, a escritora-sensação entre as adolescentes e pré-adolescentes - são dez os títulos lançados, 500 mil os exemplares vendidos -, entrou para o clube da Luluzinha. Após ser entrevistada pelo blog da personagem, hoje adolescente, a autora da série Fala Sério! foi convidada pela Ediouro para escrever um argumento para uma revista especial de Luluzinha Teen e Sua Turma, que será lançada esta semana.

Roberta Pennafort / RIO, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2010 | 00h00

"A gente já estava bem amiga, eu e a Luluzinha. Em novembro, fiz participação especial como personagem na revista", diz Thalita. Ela escolheu falar de amizade - o título é Amigos.com.você -, presente nas histórias da Luluzinha desde que ela era uma menininha de vestido vermelho e cabelos presos num laço de fita.

Aos 16 anos, Bola, Glorinha e Aninha, além de Alvinho, dois anos mais novo, todos de sua turma de infância, aparecem no gibi retratados pelos traços de mangá. Cada um tem sua questão e todos buscam apoio em Lulu, mas ela não tem tempo para ampará-los, pois está organizando um congresso de estudantes.

Os conflitos são os que atormentam as crianças e os adolescentes de hoje, com as paqueras e inveja. "A infância está cada vez mais curta. Escrevo pensando em leitores a partir de 11 anos, mas já tem menina de 8 que leu todos os meus livros. Minha sobrinha de 9 anos diz que é adolescente", afirma Thalita, que tem 35 anos e foi leitora dos gibis de Mauricio de Sousa e da Disney. "É natural que eles queiram ler sobre o que acontece com os mais velhos."

Thalita vai autografar a revista no sábado, às 19 h, na Saraiva do Shopping Center Norte (Travessa Calsalbuono, 120, lj. 400, V. Guilherme). Em dezembro, a Ediouro já havia publicado, com sucesso, a edição especial Depois do Crepúsculo. Cinquenta mil exemplares foram vendidos. A Luluzinha Teen foi lançada em junho de 2009. É tão caprichada que conta com assessoria de estilo de Gloria Kalil e figurinos da estilista Daniela Conolly.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.