Autora de "Harry Potter" vence prêmio na Espanha

J.K. Rowling, autora da série Harry Potter, venceu hoje o Prêmio Príncipe de Astúrias da Concórdia 2003 por "ter ajudado crianças de todas as raças e culturas a descobrir o prazer da leitura". Na avaliação do júri, seus cinco livros ajudam os jovens a "identificar valores essenciais como diferenciar o certo do errado e a importância da cooperação e da solidariedade para superar as dificuldades da vida. Resumindo: idéias que encorajam e tornam possíveis o entendimento e a harmonia entre os homens."Contribuir para o entendimento internacional e a harmonia é, justamente, a razão do prêmio da Concórida, um dos oito troféus Príncipe de Astúrias, que são distribuídos anualmente, em Oviedo, Espanha. Entre outros vencedores da categoria, estão o rei Hussein, da Jordânia, e, no ano passado, o maestro israelense Daniel Barenboim e o escritor palestino Edward Said.Pelo troféu, J.K. Rowling vai receber mais 50 mil euros. Em comparação com a sua fortuna, o valor é simbólico. Com a venda de mais de 200 milhões de livros, além dos direitos sobre adaptações para o cinema e produtos derivados da febre Harry Potter, a escocesa amealhou um patrimônio de US$ 442 milhões, 11 vezes maior que o da rainha Elizabeth 2ª, segundo levantamento do The Sunday Times. E a saga de Harry Potter ainda continua com mais dois livros e, provavelmente, cinco filmes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.