Autora de 'Harry Potter' é processada por plágio

O suposto plágio teria sido feito sobre a obra 'Willy, o Bruxo', do escritor Adrian Jacobs, britânico como ela

EFE,

18 Fevereiro 2010 | 13h00

A autora de "Harry Potter", J.K. Rowling, está sendo processada por suposto plágio da obra "Willy, o Bruxo", do escritor Adrian Jacobs, britânico como ela.

 

Max Markson, representante legal da herança de Jacobs, um autor de contos infantis pouco conhecido que morreu em 1997, afirmou que Rowling foi incluída no processo interposto em junho contra a Bloomsbury Publishing, a editora dos livros de "Harry Potter".

 

A incorporação de Rowling ao processo ocorreu na quarta-feira em um tribunal de Londres depois que Paul Allen, o administrador do espólio de Jacobs, advertisse que o prazo para denunciar a famosa escritora de "Harry Potter" não tinha prescrito, como pensava a princípio.

 

Em comunicado tornado público na cidade australiana de Sydney, onde fica seu escritório, Markson apontou que se trata de um caso de bilhões de dólares que dependerá da decisão do tribunal.

 

Por sua vez, o representante de Jacobs destacou em uma nota que contam com "a assessoria legal de um analista" e que acreditam que se trata de "um caso sólido".

 

"Unicamente acrescentamos J.K.Rowling, agora Mrs. Murray, ao processo contra Bloomsbury ao descobrir uma causa legal para atuar contra ela".

 

Bloomsbury Publishing negou em junho de 2009 que Rowling tivesse plagiado "partes importantes" ao escrever o livro "Harry Potter e o Cálice de Fogo", publicado em 2000, três anos depois as aventuras de Willy.

 

O livro foi o quarto da série e vendeu 400 milhões de cópias no mundo todo e que é uma franquia cinematográfica.

 

A parte litigante reclama que a trama de "Harry Potter e o cálice de fogo" copiava certos elementos do argumento de um capítulo de "Willy o bruxo", incluídas uma competição de magos e a ideia dos feiticeiros viajarem de trem.

 

Segundo a parte litigante, Jacobs tinha buscado os serviços do agente literário Christopher Little, que depois foi de Rowling.

 

Jacobs morreu pobre em um asilo de Londres no mesmo ano em que foi publicado seu livro "Willy, o Bruxo", de 36 páginas e que teve pouco sucesso.

Mais conteúdo sobre:
Harry Potter

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.