Autora conta como seu cordel foi parar nas mãos de Gil

A jornalista e poeta pernambucana Luciana Rabelo, de 32 anos, autora do cordel que desencadeou os ataques entre os ministros da Cultura, Gilberto Gil, e das Comunicações, Hélio Costa, sobre a questão da TV Digital, conta ao portal Estadão.com.br como seu cordel foi parar nas mãos de Gil.Durante uma aula inaugural na Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na quarta-feira, o ministro da Cultura leu na íntegra seu cordel fortemente crítico em relação ao processo de escolha do padrão da TV digital. O cordel chama o ministro Hélio Costa de boçal. Este revidou, dizendo que o ministro da Cultura é chamado por alguns amigos de "Gilberto Vil", e por aí vai...Luciana conta em entrevista por telefone que decidiu escrever o cordel em fevereiro, após sair de uma reunião sobre TV digital no Fórum Pernambucano de Comunicação (Fopecom). Luciana é membro e fundadora do grupo Ventilador Cultural, que, segundo ela, "reúne pessoas que querem discutir comunicação como um direito humano". Ao se dar conta de que a discussão sobre o tema seguia um viés extremamente técnico, decidiu popularizar o assunto por meio do cordel Brasileiros, atenção - O cordel da TV digital. Este é seu segundo cordel, o primeiro, escreveu com a amiga Anaíra Mahin, sobre uma história de amor: Quando eu ia ele voltava, quando eu voltava ele ia.Para Luciana, o cordel é um meio de comunicação tradicional, fazendo inclusive o papel do jornal no sertão, como ocorre na terra natal de sua mãe, São José do Egito, no sertão do Pajeú, em Pernambuco - "terra da poesia, dos cantores de repente. Lá, comecei a curtir poesia popular. E conta ter aprendido que "só não pode rimar errado nem deixar de metrificar um verso". Essa é uma das explicações que ela dá por ter usado a rima "pelo ministro Hélio Costa/ que com uma conversa bosta". Para ela, o termo "conversa bosta" é parecido com "falando merda", uma maneira popular de dizer que determinada pessoa está equivocada.Como seu cordel foi parar nas mãos do ministro da Cultura? Luciana soube que Gil estava no Recife. "Tenho uma amiga que tem acesso a ele porque prepara suas refeições macrobióticas quando ele está na cidade e perguntei a ela - tu vai ver Gil?". Diante da resposta afirmativa, pediu que a amiga entregasse ao ministro o seu cordel que "não tinha ainda sido rodado em gráfica, eram só os versos e o meu e-mail". A decisãoOs nove ministros que compõem o Comitê de Desenvolvimento da TV Digital não concluíram o relatório no qual estarão se posicionando sobre o modelo de TV Digital que o país adotará. A entrega do relatório ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva estava prevista para esta quarta, mas o ministro das Comunicações, Hélio Costa, informou que a comissão vai se reunir nesta quinta-feira para concluir e assinar um relatório de consenso, em que deverão recomendar ao presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, qual dos três padrões de TV digital será adotado no País, o japonês, o europeu ou o americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.