Autor teme edição em reprise de 'Mulheres Apaixonadas'

Manoel Carlos queria ter sido consultado pela Globo sobre os cortes nos capítulos de sua novela

Agência Estado,

10 Setembro 2008 | 10h01

A novela Mulheres Apaixonadas, atualmente no ar no Vale a Pena Ver de Novo, perdeu um espectador de grande importância: seu autor. Manoel Carlos se recusa a assistir à reprise de sua novela por causa da edição feita pela Globo para adequá-la à classificação do horário.Fontes ligadas ao autor garantem que Maneco queria ter sido consultado pela emissora sobre os cortes nos capítulos. Ele estaria preocupado com a edição da trama, uma vez que Mulheres Apaixonadas aborda temas polêmicos como agressão a idosos, violência contra a mulher, lesbianismo... Cenas como as de Raquel (Helena Ranaldi), que apanha de Marcos (Dan Stulbach) correm o risco de sumir.Manoel Carlos também teria ficado traumatizado com edições para o Vale a Pena como a que foi feita em Felicidade, que teve mais de 50 capítulos cortados.Procurado pelo Estado, o autor não quis se manifestar. A Globo, por meio de sua assessoria de imprensa, alega que não é possível adiantar as adaptações em Mulheres Apaixonadas porque o processo é feito capítulo a capítulo. Segundo a rede, esse é um trabalho realizado pela Central Globo de Qualidade. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.