Autor de "Artemis Fowl" fala aos fãs brasileiros

O escritor irlandês Eion Colfer marca presença hoje na 18.ª edição da Bienal do livro, com um bate-papo com o público no Salão das Idéias, às 15 horas. Colfer é o criador do maquiavélico Artemis Fowl, garoto de 12 anos gênio do crime, que veio desbancar ou pelo menos fazer frente ao mago mirim Harry Potter.A trilogia do personagem Artemis Fowl vendeu até agora 102 mil livros no Brasil, desde o lançamento do primeiro, Artemis Fowl - O Menino Prodígio do Crime, que saiu em agosto de 2001. Os seguintes, Uma Aventura no Ártico foi editado em agosto de 2002 e o terceiro, O Código Eterno, saiu em agosto de 2003 e ficou por mais de dez semanas na Lista dos Mais Vendidos do Estado. O sucesso é mundial - no Reino Unido, as cifras iniciais foram de US$ 750 mil em vendas somente dos dois primeiros - e anima o autor a anunciar novo volume da série.Colfer é professor primário, que decidiu escrever seu personagem mantendo diferenças de Harry Potter. A começar pelo perfil de anti-herói de Artemis Fowl, garoto sarcástico que alia internet e tecnologia de última geração com geringonças modernas e magia para seus planos. Além desses ingredientes, o que atrai a atenção dos jovens leitores está no fato de Artemis ser o único herdeiro do clã Fowl, uma família conhecida por suas trapaças. O jovem personagem trama um plano para trazer de volta a fortuna de sua família, que desapareceu misteriosamente com seu pai.

Agencia Estado,

21 de abril de 2004 | 13h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.