Autópsia confirma que filho de Travolta teve convulsão

Jett Travolta, de 16 anos, foi encontrado inconsciente no banheiro da residência na sexta-feira

Efe,

06 de janeiro de 2009 | 01h19

Legistas fizeram nesta segunda-feira, 5, a autópsia do filho do ator John Travolta, Jett, morto nas Bahamas enquanto passava férias com sua família, e confirmaram a tese de que a morte aconteceu devido a uma convulsão que o adolescente sofreu, informou a imprensa local. Veja também Agência divulga fotos da família de Travolta após perda do filho John Travolta quebra silêncio e fala sobre a morte do filho Filho de John Travolta morre aos 16 anos nas Bahamas A análise do corpo do jovem de 16 anos, que morreu na sexta-feira passada, foi feita durante a manhã desta segunda, embora o relatório com as conclusões médicas não tenha sido divulgado. No entanto, fontes ligadas à autópsia e consultadas pela imprensa americana confirmaram que os testes feitos com o cadáver ratificaram a tese de que a morte de Jett Travolta foi devido a um ataque. Esses mesmos depoimentos descartaram que Jett tenha morrido devido a um acidente, como se especulou em um primeiro momento. O filho do protagonista de filmes como "Pulp Fiction" (1994), "Grease - Nos tempos da brilhantina" (1978) e "Os embalos de sábado à noite" (1977) foi encontrado inconsciente no banheiro da residência da família nas Bahamas. Jett tinha um longo histórico de ataques que, segundo seus pais, têm origem na doença de Kawasaki, que causa a inflamação dos vasos sanguíneos.

Tudo o que sabemos sobre:
John Travolta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.