Automóvel que pertenceu a Bruce Springsteen é leiloado por US$ 468 mil

Leilão dedicado a cultura pop e no mundo da música, também vendeu um vestido da princesa Diana, um manuscrito da música 'Honey Pie' do Paul McCartney e roupas de Elvis Presley

29 de março de 2011 | 01h10

NOVA YORK - O primeiro automóvel que pertenceu ao cantor Bruce Springsteen, no qual ele inclusive escreveu algumas de suas canções, foi vendido por US$ 468 mil em um leilão pela internet organizado pela Gotta Have It!.

 

No leilão, centrado na cultura pop e no mundo da música, também foi vendido por US$ 111.804 um vestido que pertenceu à princesa Diana, segundo os resultados divulgados nesta segunda-feira, 28, pela companhia em seu site.

 

O carro que foi de Springsteen é um Chevrolet Bel Air, de 1957, que o cantor comprou em maio de 1975, alguns meses antes de lançar o álbum Born to Run.

 

O fundador da casa de leilões, Peter Siegel, disse que a canção que dá título a esse disco e outras como Thunder Road e Backstreets foram escritas no carro.

O manuscrito da música Honey Pie, de Paul McCartney, foi vendido por US$ 108,9 mil.

Além disso, um conjunto de jaqueta vermelha, camisa de seda preta e calças que Elvis Presley vestiu no filme Amor a Toda Velocidade foi arrematado por US$ 22.039.

 

No entanto, entre os 1.037 objetos disponibilizados no leilão, não foram vendidos um manuscrito de Maxwell's Silver Hammer, de Paul McCartney, cujo preço inicial era US$ 150 mil.

Uma luva branca com cristais Swarovski que pertenceu a Michael Jackson e para o qual se pedia um mínimo de US$ 20 mil também não obteve comprador.

 

Entre os objetos do rei do pop que não encontraram comprador também figura um cinto com tachinhas que ele exibiu em uma cerimônia do canal MTV do Japão em 2006, cujo valor inicial era de US$ 10 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.