Ausências, voltas e estreias

Ronaldo Fraga, Reserva e Paula Raia estão fora; Rodrigo Rosner estreia

O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2012 | 03h09

Esta é uma temporada de moda com poucas estrelas internacionais - até agora somente estão confirmados os astros hollywoodianos Ashton Kutcher e Rosie Huntington-Whiteley -, mas de muitas mudanças no line up da SPFW. E também há promessas de boas surpresas para esta semana de moda.

A novidade é Rodrigo Rosner, estilista paulistano especializado em roupas de festa, que participou de sete edições da Casa dos Criadores, evento considerado celeiro de novos nomes. Dono de um ateliê em Higienópolis, em São Paulo, tem clientes como a escritora Fernanda Young e a atriz Jacqueline Dalabona.

O evento contará com retorno da Uma, marca com DNA urbano, da estilista Raquel Davidowicz. Já o veterano Ronaldo Fraga, conhecido pelos seus desfiles- conceitos, que sempre são verdadeiros shows dentro do evento, não participa desta edição. Outra marca que também não estará presente é a grife carioca Reserva, que promete voltar na edição de verão.

Desfiles. Algumas apresentações ocorrem fora do prédio da Bienal. Entre elas, a da Neon, que será promovida no Teatro Tucarena, em Perdizes, no dia 24, às 11h30. A marca anunciou que para o inverno preparou uma coleção mais glamourosa, inspirada na cultura multiétnica de Istambul, com trabalho de Ikat - técnica de tecelagem que tinge os fios em mecha- além de estampas exclusivas.

Já a grife Cavalera usa como palco a Estação da Luz, no meio da cracolândia, ao meio-dia, no domingo. O tema da coleção será faroeste urbano. "Ali é uma região com garotas de programa, usuários de droga e muitos turistas. É o lado cosmopolita da cidade", adianta Alberto Hiar. "Será também uma forma de homenagear São Paulo, que na quarta-feira completa 458 anos." O desfile será aberto ao público.

Dois livros serão lançados na Bienal, o Brasil Style, pela Editora Assouline, e o Projeto Brasil 01: Pensamento, uma coprodução entre a Luminosidade, empresa organizadora do evento, e a editora Arte Ensaio. "A grande novidade é que a TV SPFW vai transmitir online as nove horas diárias da programação, com os desfiles, backstages, e tudo o que for relevante", informa Paulo Borges, organizador da SPFW. O endereço para assistir à programação é www.ffw.com.br.

E para a próxima edição, a de verão, Borges está estudando um novo modelo de negócio. Trata-se de uma página na internet, que integre as roupas apresentadas na SPFW, com material informativo da grife, e e-commerce associado. E há perspectivas de mais crescimento. "Não há limites no número de marcas", ressalta Borges. "Em nossa primeira fase, chegamos a ter 50 grifes nas edições de verão. Hoje temos 40, mas num processo de qualificação." / V.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.