Augusto Boal é anistiado e recebe indenização

O teatrólogo Augusto Pinto Boal foi declarado anistiado político pela Comissão de Anistia, do Ministério da Justiça, e vai receber reparação econômica, de caráter indenizatório, no valor de R$ 11 mil mensais, e mais R$ 1,886 milhão, relativo aos pagamentos retroativos a 15 de agosto de 1992. O julgamento foi em outubro de 2005, mas só hoje a decisão foi publicada no Diário Oficial da União. Boal é o criador do Teatro do Oprimido, que transforma o espectador em elemento ativo do espetáculo. Ele fez parte do teatro do Arena até 1971, quando foi preso e exilado, e retornou ao Brasil só em 1986.

Agencia Estado,

29 de março de 2006 | 18h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.