Divulgação
Divulgação

Atrizes de 40 dominam nas capas de revistas de setembro

'Vogue' traz Halle Berry, a 'Harper's Bazaar' vem com Jennifer Aniston e a 'Elle' terá Julia Roberts

Doree Shafrir , Reuters

10 de agosto de 2010 | 15h16

Quando as edições de setembro das revistas norte-americanas de moda - tipicamente as principais do ano em termos de publicidade - chegarem às bancas nesse mês, as três de maior prestígio terão na capa atrizes com mais de 40 anos.

A Vogue contratou Halle Berry, que faz 44 anos no sábado, a Harper's Bazaar terá a atriz Jennifer Aniston, de 41 anos, promovendo "Coincidências do Amor", e a Elle terá Julia Roberts, de 42 anos, promovendo seu novo filme "Comer, Rezar e Amar", que tem estreia prevista para outubro no Brasil. 

Ter essas atrizes na capa das mais importantes edições do ano envia uma mensagem de que apesar de vivermos em uma cultura obcecada com a juventude, ainda existe algo a ser dito sobre o apelo de mulheres que estão na mira do público há quase 20 anos.

Laura Brown, diretora de projetos da Harper's Bazaar, mostrou que o público médio da revista tem entre 35 e 39 anos -- e que as leitoras veem mulheres como Aniston como uma inspiração.

"Elas são modernas, elegantes, interessantes, cativantes - têm algo a dizer", disse Brown. "Eu adoro que elas cresceram para criarem seu próprio estilo. Uma das coisas de se ficar mais velha é que você cresce para ter um senso de si mesma. Você não é mais tão 'vítima'."

Lesley Jane Seymour, editora da revista More, direcionada a mulheres de 40 anos ou mais, compartilhou a opinião.

"Elas são as que têm verdadeiro estilo, verdadeiro poder, verdadeira beleza", disse Seymour, que já foi editora da Marie Claire. "Enquanto a população norte-americana continua a envelhecer, todo mundo consegue se identificar melhor com uma mulher que tem um pouco de desgaste nos pneus."

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEMULHERESQUARENTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.