Phil McCarten/Reuters
Phil McCarten/Reuters

Atriz Lindsay Lohan é sentenciada a 120 dias de prisão

Juiz decide que o incidente é violação da liberdade condicional por uma pena imposta em 2007

REUTERS

22 Abril 2011 | 20h43

A atriz Lindsay Lohan foi sentenciada a 120 dias de prisão na sexta-feira por violar sua condicional.

Lohan foi levada de um tribunal em Los Angeles por autoridades após audiência no caso de roubo de um colar, pelo qual enfrentará julgamento em junho sob acusação de contravenção simples.

Porém, um juiz decidiu na sexta-feira que este incidente foi uma violação da liberdade condicional e sentenciou Lohan a 120 dias de prisão e 480 horas de trabalho comunitário. O advogado da estrela disse que ela vai recorrer.

Lohan, de 24 anos, tem negado categoricamente que roubou em janeiro um colar de ouro avaliado em 2,5 mil dólares, em uma loja de Los Angeles, semanas depois de completar três meses de tratamento para combater o vício em drogas e álcool.

Lohan recusou em março um acordo estabelecido pelas autoridades para ficar entre três e seis meses atrás das grades caso se declarasse culpada.

A atriz está em liberdade condicional por uma pena imposta em 2007, por dirigir bêbada e posse de cocaína. Em 2010, passou duas semanas na prisão e poderia ter ido ao cárcere por ter rompido sua liberdade provisória.

 

(Reportagem de Alex Dobuzinkskis)

Mais conteúdo sobre:
Lindsay Lohancelebridades

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.