Atores participam de chat sobre o novo 'Homem-Aranha'

Com um ensaiado "Boa noite, São Paulo", extrema simpatia e até coraçõezinhos com as mãos, os atores Andrew Garfield, o novo Homem-Aranha, e Emma Stone, a namorada da vez do herói, protagonistas de "O Espetacular Homem-Aranha", participaram na segunda-feira de um chat via internet, de Nova York, com a imprensa e fãs brasileiros. O filme, que tem direção de Marc Webb (de "500 Dias Com Ela") estreia no dia 6 de julho.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2012 | 11h38

Garfield, que despontou no papel do brasileiro Eduardo Saverin de "A Rede Social", acompanha a contagem regressiva que vai colocá-lo no alvo dos fãs. "Acho que vou passar algumas noites sem dormir. Sofro porque estou à mercê do público, mas vou ter de relevar as críticas. Sei que esse filme representa muito, para muita gente", disse o ator. "Eu fui totalmente dedicado, não comi, não dormi, me matei", disse, brincando. "Quando você recebe essa oportunidade, se dedica a cada minuto."

No início do filme de Webb, o espectador é remetido à infância de Peter Parker, quando seus pais desaparecem. O jovem estudante é criado pelo tios Ben (um maravilhoso Martin Sheen) e May (Sally Field) e é atraído pela colega de classe Gwen Stacy. A garota é filha do chefe de polícia da cidade e trabalha justamente com Dr. Connors, um antigo parceiro do pai de Parker. "Eu não conhecia a personagem, e a história dela é incrível. Espero que isso seja explorado logo", contou Emma. Conhecida por comédias como "Zumbilândia", a atriz disse que se divertiu. "Eu morria de rir quando tinha de correr do lagarto. E pensava: minha escalação foi tão errada!".

Inicialmente, é Dr. Connors que se transforma em um lagarto gigante. O mistério paira agora sobre o próximo vilão - "O Espetacular Homem Aranha 2" é esperado para 2014. "Ouvi dizer que o vilão é incrível", diz Emma. Garfield brinca: "Deve ser o Coringa!", em menção a outro herói, Batman.

As comparações com Tobey Maguire, o primeiro Homem-Aranha, o novo protagonista considera "inevitáveis". "Eu mesmo comparo, amo aqueles filmes. Tobey sempre será o meu Peter Parker. Sou só um ator que fará parte desse legado. Ser Parker é uma honra."

No set, o elenco teve a presença de Stan Lee, considerado o pai do Homem-Aranha. "Foi como estar na sala com Mickey Mouse, não parece real. Ele pode ter me dado grandes conselhos, mas não consegui prestar atenção em nada." As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaHomem-Aranha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.