Ator Morgan Freeman recebe prêmio especial do AFI

O American Film Institute (AFI) anunciou na segunda-feira a concessão de um prêmio especial pelo conjunto da obra ao ator Morgan Freeman, a quem chamou de "um tesouro norte-americano."

REUTERS

11 de outubro de 2010 | 19h44

Freeman, de 73 anos, que ganhou o Oscar por "Menina de Ouro" e o Globo de Ouro por "Conduzindo Miss Daisy", já interpretou Deus e presidentes numa carreira de 40 anos nas telas e palcos.

Conhecido por sua voz suave e seus gestos tranquilos, seu papel mais recente foi o de Nelson Mandela em "Invictus", lançado neste ano no Brasil.

"Ao longo das décadas, seja interpretando um prisioneiro, um presidente ou Deus, ele encarna uma autoridade calma que exige respeito pelo personagem e pela forma artística. Seus dons para a cultura também são salientados por sua voz inconfundível, que ecoa nos corações e mentes dos amantes do cinema no mundo todo", disse em nota sir Howard Stringer, presidente do Conselho da AFI.

O prêmio será entregue em junho. Outros 39 atores já receberam a honraria desde 1973, incluindo Al Pacino, Meryl Streep, Clint Eastwood e Gene Kelly.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEFREEMANPREMIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.