Ator mexicano morre atropelado em gravação

O ator mexicano Edgar Ponce morreu hoje depois de ser atropelado por um carro quando pilotava uma motocicleta enquanto participava de uma gravação promocional de seu espetáculo Solo para mujeres (só para mulheres, em tradução livre), disse a televisão local.Ponce, que atuou em várias telenovelas mexicanas, algumas exibidas no Brasil pelo SBT, como Amigas e Rivais, morreu poucas horas depois de ser hospitalizado, segundo o programa Hoy da Televisa. Ele tinha 30 anos. A emissora mostrou imagens da motocicleta destruída sobre a rua.Ponce e outros atores pilotavam motocicletas em uma caravana de madrugada quando foram atingidos em uma rua na região sul da cidade.De acordo com o ator Sergio Mayer, a caravana de nove motocicletas foi atropelada por um carro pequeno. Mayer faz parte do elenco de bailarinos que se popularizou por seu show com pouca roupa. Ele disse que o acidente aconteceu enquanto eles filmavam um vídeo promocional de seu espetáculo que está programado para a próxima semana no Teatro Metropolitano da cidade. "O carro nem freou", disse o ator Poncho Denigris.Ponce iniciou sua carreira no extinto grupo musical Mestizzo, em meados dos anos 1990 e logo estreou no teatro com a comédia Matrimonio al agua. No cinema, ele atuou em Laies Nigth e Desnudos. Ponce atuou em várias novelas, como Alma Rebelde, Nunca te Olvidaré, Salud, Dinero y Amor, Soñadoras, El Derecho de Nacer, Salomé e Las Vías del Amor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.