Ator Marcelo Anthony é preso comprando maconha

O ator Marcelo Anthony passou a madrugada e a manhã deste sábado preso em Porto Alegre. Ele foi detido pouco depois da meia-noite por uma força-tarefa do Ministério Público, Polícia Civil e Brigada Militar quando estava recebendo cem gramas de maconha diante de um hotel no bairro Praia de Belas. O pagamento, segundo o promotor Flávio Duarte, havia sido feito antecipadamente com um cheque de R$ 400, que seria trocado por um de menor valor porque o traficante não estava entregando os 200 gramas combinados inicialmente. Marcelo Anthony atuou este ano na série Um Só Coração, da Rede Globo, e viajou à capital gaúcha para participar, na sexta-feira, do último dia de filmagens do curta-metragem Lótus, do diretor Cristiano Trein.A ação do Ministério Público, em conjunto com a Polícia Civil e a Brigada Militar, começou a prender traficantes durante a tarde desta sexta-feira, na estação rodoviária de Porto Alegre. Uma equipe flagrou uma jovem de 22 anos, que chegava de Florianópolis, entregando uma bolsa com mil comprimidos de ecstasy a um homem que estava sendo investigado. Na seqüência, na casa do traficante, encontrou mais um quilo de maconha e 703 figurinhas de LSD. A droga seria distribuída em uma festa programada para o fim de semana. A força-tarefa passou a monitorar os passos de outros integrantes da quadrilha e descobriu que um distribuidor iria entregar uma encomenda na frente do hotel. Ao flagrar o negócio, descobriu que o cliente era o ator. Ao todo, foram presas seis pessoas durante a operação.Depois de lavrar o auto de prisão em flagrante no Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), a polícia conduziu Marcelo Anthony ao Presídio Central. O ator ficou no setor de triagem das 6 horas ao meio-dia. Foi solto por decisão do juiz plantonista Mauro Borba, que entendeu que ele comprava droga, mas não traficava. Diversas mulheres que estavam entrando ou saindo de visitas aos maridos ficaram esperando diante do presídio para ver Marcelo Anthony de perto, mas ele saiu com o rosto encoberto por uma toalha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.