Ator de "O Clone" é esfaqueado

Haylton Farias da Silva, 51 anos, ator e psicólogo, que integra o elenco de apoio da novela O Clone, da Globo, foi esfaqueado domingo, por volta das 15h, em Botafogo, bairro do da zona sul do Rio de Janeiro. Haylton é intérprete do analista de Lobato (Osmar Prado) na trama de Glória Perez. Ele foi internado na CTI do Hospital Miguel Couto, na Gávea, e operado.Até segunda-feira à tarde, Haylton permaneceu na CTI do hospital carioca. Não há previsão de alta, mas ele não corre perigo de vida, segundo médicos da instituição.A acidente do ator-psicólogo marca o sétimo contratempo enfrentado pela equipe de O Clone.Na semana passada, Débora Falabella voltou a gravar cenas de sua personagem Mel após 14 dias afastada. A atriz foi vítima de uma meningite.No início do ano, Ruth de Souza, a avó do clone, foi internada com hipertensão. A dengue também fez vítimas na novela de Glória Perez. Ficaram afastados durante uma semana, recuperando-se da picada do Aedes: Marcelo Novaes (Xande), Solange Couto (dona Jura), Stênio Garcia (tio Ali) e Reginaldo Faria (Leônidas).Haylton foi atacado com um canivete pelo vizinho Antônio de Matos Paes, 69, jardineiro. O ferimento atingiu o tórax do ator-psicólogo e provocou corte superficial no coração. O agressor foi autuado por tentativa de homicídio na 10ª DP de Botafogo, mas não ficou preso, pois se apresentou espontaneamente. Segundo a polícia, o motivo do desentendimento entre eles é antigo. Como Haylton atende os pacientes no próprio apartamento, o entra-e-sai de pessoas estranhas desagrada o vizinho.Domingo à tarde, depois de mais um bate-boca, Haylton se irritou com Antônio porque ele deixara o portão do prédio aberto. Segundo o depoimento prestado do jardineiro na delegacia, Haylton então bateu o portão, e os dois caminharam alguns metros juntos, discutindo. Os dois começaram a se atracar e caíram no chão. Antônio argumenta que tirou o canivete do bolso e feriu o vizinho para se defender.Em entrevistas, o colega Osmar Prado e a autora Glória Perez se mostraram indignados com o episódio. No dia anterior ao ataque, Haylton havia gravado sua primeira cena com diálogo da novela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.