Ator de 'Harry Potter' e colega saem juntos no 'São Valentim'

Daniel Radcliffe e Emma Watson foram vistos juntos no Dia dos Namorados em um pub londrino

Ansa

19 Fevereiro 2008 | 17h43

O protagonista da popular saga cinematográfica de Harry Potter, o ator Daniel Radcliffe, passou a noite do Dia de São Valentim - comemorado como o Dia dos Namorados em muitos países, inclusive na Inglaterra - acompanhado da co-protagonista da série, a atriz Emma Watson.   Daniel, de 18 anos, e Emma, de 17, que atua no papel de Hermione Granger na série do jovem bruxo criado pela escritora J. K. Rowling, foram vistos juntos passando a noite do Dia dos Namorados em um pub londrino.   De acordo com uma fonte consultada pelo tablóide inglês Daily Mirror, Emma havia "sucumbido aos encantos de Daniel".   O casal chegou às 22h no pub Imperial Arms em Fulham, oeste de Londres, perto da casa de Radcliffe.   Ambos os atores se dirigiram rapidamente ao jardim do pub para não serem vistos. A imprensa britânica informou que esta seria a primeira vez que os dois saíam juntos. "Eles chegaram tarde no pub, às 10 na noite, e se sentaram fora, aproveitando seus corpos para se esquentarem", disse o informante.   "Emma ficava olhando por trás dos ombros como se não quisesse ser reconhecida. Quando as pessoas começaram a perceber quem era o casal, ela usou seu cachecol para cobrir o rosto", acrescentou. Segundo a fonte, durante a noite "ambos riam como recém namorados".   O casal deixou o pub em seguida para se dirigir em direção à casa de Radcliffe.   Ainda que os jovens se conheçam há sete anos, desde quando filmaram "Harry Potter e a Pedra Filosofal" em 2001, eles nunca haviam se envolvido romanticamente.   Na semana passada, Emma foi fotografada com o vocalista da banda Razorlight, Johnny Borrel, de 27 anos, já Radcliffe se separou no começo deste ano de sua namorada e companheira de elenco da peça "Equus", Laura O'Toole, de 22 anos.

Mais conteúdo sobre:
Harry Potter

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.