Ator de 'Arquivo X' está em tratamento contra vício em sexo

David Duchovny declara que se internou voluntariamente e pede respeito e privacidade para mulher e filhos

Reuters,

29 de agosto de 2008 | 10h30

O ator David Duchovny, astro do seriado Arquivo X e Californication, no qual faz o papel de um escritor mulherengo, disse na quinta-feira, 28, que deu entrada em uma clínica para tratar seu vício em sexo. Duchovny, de 48 anos, ficou famoso ao interpretar Fox Mulder, um agente do FBI que sempre suspeita de conspirações, na série Arquivo X, que gerou dois filmes - um deles estreou recentemente nos cinemas. Ele é casado desde 1997 com a atriz Tea Leoni, com quem tem uma filha de 9 anos e um filho de seis. "Eu me internei voluntariamente numa clínica para tratar meu vício em sexo", disse ele em um comunicado divulgado por meio de seus advogado, Stanton Larry Stein. "Peço respeito e privacidade para minha mulher e meus filhos, enquanto lidamos com essa situação como uma família." O comunicado, que foi publicado primeiro no site da revista People,não deu mais detalhes. Em janeiro, Duchovny ganhou um Globo de Ouro de melhor ator de comédia pelo papel de um escritor, pai solteiro e mulherengo, que sofre com um bloqueio criativo em Californication.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.