"Atlas do Império do Brazil" é reeditado

O Atlas do Império do Brazil, considerado o primeiro atlas publicado no País, em 1868, acaba de ser reeditado. Produzido pelo político e jurista Candido Mendes de Almeida e dedicado ao imperador dom Pedro II, o documento foi resgatado por seu bisneto, o professor Candido Mendes, reitor da universidade de mesmo nome. O atlas ? do qual constam um mapa mundi, os mapas do país e de todas as províncias e planos urbanísticos das capitais, na primeira configuração do desenho territorial brasileiro ? foi relançado hoje, em cerimônia que contou com a presença do vice-presidente Marco Maciel.Em seu discurso, o presidente do Instituto Histórico e GeográficoBrasileiro, Arno Wehling, disse que o atlas ?foi fundamental para oensino de geografia no País e para consolidação das fronteiras?. ?Foitão importante que viria a ser empregado pelo Barão do Rio Branco nanegociação dos limites do Brasil?, ressaltou Wehling.Adotada nos cursos de formação de alunos do Colégio Pedro II, porrecomendação do imperador, a obra traz ainda o total da população de cada província na época ? a do Rio de Janeiro, por exemplo, tinha 900 mil habitantes ? e curiosidades sobre áreas até então não desbravadas: o oeste do estado de São Paulo é designado pelo mapa como ?terrenos ocupados por indígenas ferozes?.A tiragem da reedição será de 500 exemplares e fará parte dascomemorações da Universidade Candido Mendes pelos 500 anos do Brasil e os cem anos da faculdade, que serão celebrados em 2002.

Agencia Estado,

21 de dezembro de 2000 | 20h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.