Astro das séries Chaves e Chapolin lança autobiografia

O ator, produtor e escritor mexicano Roberto Gómez Bolaños, conhecido como Chespirito, autor, produtor e astro das séries de televisão "Chaves" e "Chapolin", lançou nesta quinta-feira a sua autobiografia, "Sem Querer Querendo: Minhas Memórias".Em 440 páginas, Chespirito faz um balanço de sua vida, comenta a política mexicana e analisa a situação do país. Ele conta, por exemplo, que o o tio, Gilberto Bolaños, então diretor do Tribunal de Menores, apenas multou os pais do futuro presidente Carlos Salinas (1988-1994) quando seus filhos mataram uma empregada. "Estavam brincando e mataram a mulher de verdade. Mas eram muito novos, tinham 7 ou 8 anos", destacou.As memórias incluem referências a Vicente Fox, o atual presidente, apontado pelo autor como "o melhor que o México já teve". Chespirito tem sido um defensor da gestão de Fox e atualmente apóia o conservador Felipe Calderón.Outros livros escritos pelo humorista são "E Também Poemas" e "O Diário do Chaves".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.