Associação Brasil + 500 muda de nome

A Associação Brasil + 500, que organizou a maior mostra de arte já feita no Brasil, a Mostra do Redescobrimento, anunciou hoje a mudança de nome. A partir de agora, chama-se BrasilConnects e amplia sua atividade na direção do ambientalismo. "É só uma mudança de nome, juridicamente é tudo igual - continuamos uma instituição privada sem fins lucrativos", disse Edemar Cid Ferreira, presidente da instituição, que tem como sede a Oca do Parque do Ibirapuera. "Os 500 Anos já foram, agora é buscar uma ação internacional", afirmou Ferreira, justificando a necessidade de alterar a estratégia de atuação em outros países.Ferreira disse que não têm fundamento as especulações de que estaria mudando de nome para driblar eventuais pendências financeiras da antiga Associação Brasil + 500. "Não estamos mudando nada juridicamente: o endereço é o mesmo, o CGC é o mesmo, as obrigações são as mesmas", ele disse."Ademais, não temos pendência nenhuma, dívida nenhuma" afirmou. Segundo ele, a associação tem "a receber" de fornecedores que cobraram quantias exorbitantes da entidade e está lutando por ressarcimentos na Justiça.A mudança tem também a intenção, segundo Ferreira, de dar uma estrutura mais profissional à instituição, que recebeu o reforço de executivos de áreas distintas para traçar as estratégias de captação de recursos no Exterior. "Até agora, procurávamos patrocinadores para cada evento", informou. "De agora em diante, procuramos patrocinadores de longo prazo."A BrasilConnects, recém-criada, já aparece nos convites da Fundação Guggenheim de Nova York como principal sponsor (patrocinador) da mostra Body and Soul, que será no Guggenheim da 5.ª Avenida. Edemar disse que se trata de "uma homenagem" do museu, já que os patrocinadores são empresas privadas.Segundo o presidente da BrasilConnects, a instituição já captou cerca de 50% do patrocínio para a mostra do Guggenheim, mas ele diz que não pode revelar ainda o nome dos incentivadores. "Só no dia da abertura", afirmou. A Brazil US Council, formada para captar recursos nos Estados Unidos, agora também se tornou BrasilConnects.

Agencia Estado,

29 de maio de 2001 | 16h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.