Assistentes de estrela de TV Nigella são inocentadas em Londres

Duas assistentes de Nigella Lawson, a famosa apresentadora de programas de culinária na TV, foram inocentadas nesta sexta-feira da acusação de cometer fraude contra Nigella e o seu ex-marido, o milionário marchand das artes Charles Saatchi, depois de um julgamento que mobilizou o Reino Unido por conta das histórias sobre uso de drogas e conflito conjugal.

ALEXANDER WINNING, Reuters

20 de dezembro de 2013 | 13h57

As irmãs Francesca e Elisabetta Grillo foram declaradas inocentes da acusação de desviar 1,12 milhão de dólares do casal. Elas alegaram que havia um entendimento de que elas podiam gastar o que quisessem nos cartões de crédito, desde que não comentassem nada sobre o uso de drogas da patroa.

O julgamento produziu relatos sobre a vida a dois do famoso casal. Ele se divorciaram neste ano depois que Saatchi foi fotografado agarrando o pescoço da mulher num restaurante.

"Minhas cliente estão naturalmente aliviadas com a sentença dos jurados", disse o advogado das irmãs Richard Cannon. "Foi uma luta longa, dura, sob os olhares da mídia global."

O interesse no julgamento foi tão grande que até o primeiro-ministro britânico, David Cameron, comentou o caso, dizendo-se fã de Nigella Lawson.

A apresentadora contou ao tribunal já ter fumado maconha e usado algumas vezes cocaína.

Tudo o que sabemos sobre:
GENTENIGELLAJULGAMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.