As reviravoltas

Vênus e Júpiter em trígono; a Lua começa a minguar em Áries

Oscar Quiroga, oscar.quiroga@estadao.com.br, O Estado de S.Paulo

13 de setembro de 2011 | 00h00

É propício aproveitar cada brecha, por menor que seja, para executar as reviravoltas que o momento atual da história humana requer. Todos temos em nosso interior a vontade de criar transformações e temos também motivos e argumentos para isso, mas o tempo vai passando e nos acostumamos com os hábitos e nos acomodamos. Porém, esse tipo de atitude se tornou contraproducente na atualidade e quem tomar a iniciativa de aplicar uma mudança brusca no momento de perceber a oportunidade experimentará quão propício é esse comportamento. O mundo inteiro está em suspense à espera de uma enorme reviravolta, mas cada pessoa em particular precisa executar a sua para que o somatório resulte na grande mudança mundial.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Na atualidade, você tem em mãos a responsabilidade de trabalhar em dobro. Por um lado, você precisa executar reviravoltas e, pelo outro, reordenar o caos que vai ficando para trás como resultado dessas reviravoltas.

TOURO 21-4 a 20-5

É importante que você continue empenhando todo o seu esforço para fazer com que sua vontade prevaleça, porém, também é importante que você se adapte, pois algumas circunstâncias são absolutamente insuperáveis.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Neste momento em que sua alma adquiriu uma dose de segurança que alivia e conforta, é imprescindível manter um olhar atento sobre a realidade. O panorama é complexo o suficiente para não ser garantida a previsibilidade.

CÂNCER 21-6 a 21-7

É urgente instalar um clima mais ameno e cordial para que os necessários acordos sejam efetuados. Isso depende menos das circunstâncias e mais da boa vontade empenhada para que

os acordos saiam da teoria.

LEÃO 22-7 a 22-8

O assunto não é apenas vencer esta batalha em andamento, essa é a parte fácil da história. O assunto é você ter consciência lúcida a respeito do que acontecerá logo depois desta batalha ser vencida. Pense nisso.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Preservar as dúvidas preserva também uma margem de abertura para que não se coloquem em marcha decisões incompatíveis com a realidade. Quando a mente está tomada de certezas, ela deixa de raciocinar direito.

LIBRA 23-9 a 22-10

Pense que provavelmente sua alma não é mais indecisa do que outras, acontece apenas que para você essa experiência é íntima

e intensa. Porém, você não precisa seguir os conselhos da indecisão, apenas senti-la.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

O número não faz necessariamente um argumento se tornar mais forte e convincente. Temporariamente pode até parecer assim, mas o tempo é severo e sempre fará surgir a verdade por trás da aparente força dos argumentos.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Os constrangimentos são todos aparentes, porque se você comparar sua situação com a de outras pessoas, próximas até, perceberá que sua margem de manobra é muito mais ampla e generosa do que a dessas pessoas.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Dê um voto de confiança ao destino, pois o que aparenta ser negativo, transformações que você não desejava, com o tempo manifestará ser extremamente positivo e favorável a um maior progresso e bem-estar.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Nada mudou, mas sua visão mudou radicalmente e esse paradoxo impõe uma situação muito peculiar, que é a de você ter de navegar pela normalidade sem sua alma sentir familiaridade nenhuma com ela. Situação estranha.

PEIXES 20-2 a 20-3

Tudo está pronto para você fazer seus movimentos e iniciar um jogo completamente novo. A partir de agora as coisas dependem menos ou quase nada das circunstâncias e exclusivamente do seu empenho e sua força de vontade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.