As belas lembranças de Jabor

Starstruck - Meu Namorado

UBIRATAN BRASIL, O Estado de S.Paulo

15 Fevereiro 2013 | 02h12

É uma Superestrela

16H05 NA GLOBO

(Starstruck). EUA, 2010. Direção de Michael Grossman, com Sterling Knight, Danielle Campbell, Maggie Castle, Brandon Mychal Smith,

Chelsea Staub, Beth Littleford.

Garota vive romance com astro pop durante as férias de ambos, mas, ao voltar para Hollywood, ele nega tudo. Aventura teen da Disney, buscando atenção especialmente das meninas. Reprise, colorido, 91 min.

Almoço em Agosto

22 NA CULTURA

(Pranzo di Ferragosto). Itália, 2008. Direção de Gianni di Gregorio, com Valeria De Franciscis, Marina Cacciotti, Maria Calì, Grazia, Cesarini Sforza, Alfonso Santagata, Luigi Marchetti, Biagio Ursitti, Petre Rosu, Gianni Di Gregorio, Marcello Ottolenghi.

Solteirão de meia-idade endividado, que mora com a mãe viúva, oferece-se para saldar dívidas tomando conta das mães idosas de amigos, para que eles possam sair em férias. Ele não apenas resolve seu problema de dinheiro como inicia novo diálogo com a própria mãe e integra as idosas, de maneira geral, a uma forma mais afável de convivência. Grande sucesso nos cinemas de São Paulo, o filme correu o risco de não ser produzido: ator, roteirista e diretor Di Gregorio disseram que foi duro convencer os produtores a colocar dinheiro no projeto. Todo mundo dizia que um filme com e sobre velhas não atrairia público. Reprise, colorido, 75 min.

Insolação

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 2009. Direção de Felipe Hirsch e Daniela Thomas, com Paulo José, Simone Spoladore, Leonardo Medeiros, Maria Luisa Mendonça, Leandra Leal.

Uma cidade vazia é fortemente castigada pelo sol. Moradores confundem a sensação febril da insolação com o início delicado da paixão. Como espectros, eles vagam entre construções e descampados em busca do amor inalcançável. Belíssimo projeto de Felipe Hirsch e Daniela Thomas. O roteiro, de Will Eno e Sam Lipsyte, é livremente inspirado em contos russos do século 19. As histórias se entrelaçam e se desembaraçam na improvável cidade de Brasília, filmada em todo o esplendor de sua utopia modernista. Belo programa. Reprise, colorido, 93 min.

Jonah Hex - Caçador de

Recompensas

22h45 NO SBT

(Jonah Hex). EUA, 2010. Direção de Jimmy Hayward, com Josh Brolin, John Malkovich, Megan Fox, Michael Fassbender.

Depois de ser vítima das maldades de Quentin Turnbull e ressuscitar com poderes sobrenaturais, rapaz torna-se um caçador de recompensas. Andarilho, ele tem o rosto desfigurado e usa uniforme do exército dos confederados. Aventura credenciada pelo belo elenco. Inédito, colorido, 80 min.

Deus do Dinheiro

23 H NA REDE BRASIL

(God Money). EUA, 1997. Direção de Darren Doane, com Rick Rodney, Bobby Field, Christi Aleen.

O filme narra a história de Nathan, um garoto de rua que está tentando esquecer seu passado. Ele se muda de Nova York para o subúrbio de Los Angeles em busca de uma vida honesta, mas encontra obstáculos éticos, morais e emocionais para tornar realidade sua busca de qualquer coisa que o faça esquecer do passado. Mas quando ele conhece um traficante da região com uma ambição interminável, o passado de Nathan volta a persegui-lo. Reprise, colorido, 99 min.

Diplomat

23H45 NA CULTURA

(Diplomat). Israel, 2009. Direção de Dana Goren.

O Hotel Diplomat, em Jerusalém, já foi um hotel cinco estrelas. Durante quase 20 anos abriga cerca de 600 imigrantes da antiga União Soviética. Sem nunca se integrar à sociedade israelense, seus residentes criaram sua própria ilhota, isolada do mundo exterior. Muitos deles nunca deixaram a proteção de suas paredes. Afinal, suas necessidades mais básicas, como assistência médica e atividades culturais são proporcionadas por vizinhos de hall, em sua própria língua, russo. Documentário que vale como curiosidade. Reprise, colorido, 80 min.

Lembranças Macabras

2H30 NA REDE BRASIL

(Skeleton in the Closet). EUA, 2002. Direção de Wayne Powers, como

Treat Williams, Linda Hamilton.

Homem é forçado a se confrontar com a possibilidade de o filho de 18 anos ser um serial killer. A dúvida é se ele realmente é culpado ou se o homem está paranoico, especialmente depois que um incêndio matou sua mulher. Thriller psicológico a ser observado. Reprise, colorido, 92 min.

TV PAGA

A Suprema Felicidade

19H45 NO TELECINE CULT

Brasil, 2010. Direção de Arnaldo

Jabor, com Maria Flor, Ary Fontoura, Mariana Lima, Caio Manhente, Elke Maravilha, Jayme Matarazzo.

O Rio de Janeiro do pós-guerra vive um período de grande efervescência cultural e política. Nesse cenário, um jovem vive uma conturbada relação com os pais, a sólida cumplicidade com o avô e uma arrebatadora descoberta do mundo. Belo filme memorialístico de Arnaldo Jabor, que marcou sua volta ao cinema depois de 23 anos, quando dirigiu Eu Sei Que Vou Te Amar, em 1986, que valeu o prêmio de melhor atuação para Fernanda Torres. Aqui, é valorizado especialmente por um elenco de primeira. Reprise, colorido, 125 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.