Artistas consagrados expõem trabalhos no CCSP

O Centro Cultural São Paulo inaugura hoje para o público sua 2.ª Mostra de 2004, consolidando o modelo que busca conciliar as mostras dos jovens selecionados em seu Programa de Exposições com a exibição de trabalhos de artistas já consolidados no circuito nacional. A sessão dos convidados vem reforçada com duas criadoras de grande destaque: Regina Silveira e Ana Maria Tavares. Além do enriquecimento gerado pela forte sintonia entre as duas artistas - "nossa vizinhança no CCSP celebra o chão que já percorremos juntas, com muitas histórias comuns e boas trocas ao longo do caminho", afirma Regina, a instituição também aproveita e dá à exposição um caráter de formação, oferecendo ao público interessado oficinas de criação orientadas por elas (informações pelo tel. 3277-3611, ramal 257).Dentre os artistas selecionados que participam dessa 2.ª Mostra estão Amanda Mei, Fabrício Lopez, Flávia Bertinato, João Paulo Leite, Laura Huzak Andreato, Stefan Schmeling e Patrícia Osses, compondo um painel de poéticas, estilos e técnicas extremamente variado.Tanto na obra de Ana quanto nos trabalhos de Regina vemos uma capacidade fascinante de conciliar questões formais, estéticas ao conceito que permeia o trabalho. Os painéis de mosaicos de aço inox apresentados por Ana Tavares, por exemplo, têm uma gama surpreendente de elementos, desde a sofisticação técnica até uma dimensão crítica, de apropriação de termos que simbolizam as ilusões e anestesias da vida contemporânea. "Trata-se de dar ênfase àqueles artifícios que, articulados pela mídia do mundo capitalista, tornam o indivíduo ao mesmo tempo cúmplice e vítima do sistema", afirma a artista.A questão da evolução criativa a partir do próprio trabalho também é uma dimensão importante da obra de Regina Silveira, como é possível perceber nos projetos, maquetes e desenhos de 11 projetos que estarão em exposição no Centro Cultural. A primeira característica desses trabalhos - nem todos concluídos - é que eles foram feitos sob encomenda, a pedido de uma determinada instituição para um lugar específico. Outro aspecto ressaltado pela artista é que são trabalhos desenvolvidos em equipe, como a grande instalação que criou para o Estádio do Pacaembu e que ainda aguarda aprovação do Departamento de Patrimônio Histórico (DPH).2.ª Mostra do Programa de Exposições do CCSP - No Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso, telefone: 3277-3611. De terça à sexta das 10 às 20 horas; sábados das 10 às 18 horas; domingos das 20 às 14 horas. Grátis. Até 25/7.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.