Artistas britânicos pintarão em condições de gravidade zero

Um grupo de artistas britânicos dará umgrande passo para a arte nesta terça-feira, quando tentaráproduzir obras em condições de gravidade zero, a bordo de umavião na Rússia. Dez pessoas, entre elas cinco artistas, irão decolar deStar City, um campo de treinamento militar próximo de Moscou. Os artistas, que costumam experimentar com diferentessuportes, querem ver os efeitos das condições similares aoespaço. A viagem será paga e dirigida pelo artista Nasser Azam. "É uma grande oportunidade para empurrar as fronteiras daminha pintura até o limite, e os outros artistas no grupo estãoigualmente perplexos por participar deste desafio físico eartístico assombroso", disse Azam. Azam, 44 anos, acrescentou que esperava que as condições degravidade zero sejam adequadas para a pintura que planejou, umtríptico dedicado ao artista britânico Francis Bacon. O avião simulará por dez vezes as condições de gravidadezero. Cada período terá 23 segundos de duração, tempo em que osartistas devem realizar suas criações. Um cinegrafista e um diretor de cinema estarão entre ospassageiros e filmarão os artistas enquanto eles tentamcontrolar suas palhetas flutuantes e suas obras em produção. Os resultados serão exibidos em outubro em Londres. (Reportagem de Golnar Motevalli)

REUTERS

08 de julho de 2008 | 18h28

Tudo o que sabemos sobre:
ARTEPINTORESGRAVIDADEZERO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.