Artistas brasileiros exibem suas obras em Tóquio

Uma exposição com 60 pinturas, esculturas e gravuras de 20 artistas latino-americanos, entre eles os brasileiros Jefferson Ferrão e Gustavo Von Ha, foi inaugurada nesta quinta-feira na galeria Promo-Arte da capital japonesa. A mostra, intitulada A arte contemporânea da América Latina e do Caribe ´hoje´, percorre as obras e tendências mais atuais de nove países da região. A diretora da sala, Kumiko Furusawa, afirmou que "o mercado para a arte latino-americana melhorou muito no Japão, embora predomine o gosto ou a preferência pelas obras surrealistas". "Os compradores japoneses buscam cada vez mais a obra colorida e as que estão aqui hoje respondem em parte a essa tendência", disse a fundadora em 1988 da galeria, no seleto bairro de Aoyama, que permanece como o único espaço no Japão especializado em arte da América Latina. As obras ficarão expostas até 13 de setembro. Além dos brasileiros, os cubanos Elsa Mora, Eliseo Valdés, Aime García e Julio Cessar Peña, os colombianos Nobara Hayakawa, Pablo Posada e Gonzalo Pinilla e os mexicanos José Fors, Jorge Ismael, Anamario Hernández e Gabriela Garza também apresentrão seus trabalhos. Também participam da mostra o argentino Julio Goya, os uruguaios Nelson Romero e Cristina Kajihara, a peruana Erika Nakasone, os jamaicanos Peter Wayne Lewis e Bryan McFarlane e o chileno Rocco Napoli.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.